Toxoplasmose – Médico ginecologista e obstetra da Astir esclarece

O médico ginecologista e obstetra, Brasil A., com mais de 39 anos de profissão esclarece o que é toxoplasmose e como as grávidas contraem essa patologia.

Brasil A. – Médico especialista em ginecologia e obstetrícia

Toxoplasmose é uma doença infecciosa, congênita ou adquirida, causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii, encontrado nas fezes dos gatos e outros felinos. Homens e outros animais também podem hospedar o parasita diz o médico.

As grávidas que apresentam essa patologia adquirem a partir das carnes de boi e porco mal passado, verduras mal lavadas, legumes sem a perfeita lavagem e higienização para consumo em decorrência também das fezes do gado, as quais são usadas como esterco nas hortas.

Ainda de acordo com o Dr. Brasil esses cistos podem infectar quase todas as partes do organismo humano, incluindo cérebro, músculos e até mesmo o coração. No entanto, se a pessoa for saudável de um modo geral, o sistema imunológico a defenderá bem contra as ações do parasita, mantendo-o inativo dentro do organismo e impedindo, assim, que a pessoa volte a ser infectada novamente por ele.

Mas se a resistência não for tão boa, principalmente se o paciente tiver alguma doença que comprometa o sistema imunológico, a infecção pode ser reativada e causar sérias complicações.

toxoplasmose não é contagiosa entre humanos – ou seja, ela não pode ser transmitida de pessoa para pessoa. No entanto, as fezes de gatos e outros felinos e a ingestão de alimentos contaminados não são a única porta de entrada para o parasita. Humanos também podem adquirir a doença em outras situações, como:

  • Usando facas e outros utensílios de cozinha contaminados
  • Comer frutas e vegetais mal lavados
  • Transfusões de sangue ou transplantes de órgãos

A doença também pode ser congênita. Neste caso, ela é transmitida da mãe infectada para o bebê por meio da placenta. Se a mulher foi diagnosticada com a doença um pouco antes ou durante a gestação, as chances de ela passar a inflamação para o filho são de 30%, em média.

O médico recomenda:

Lavar as verduras por imersão em água contendo uma colher de chá rasa para 10 litros de água sanitária e dos legumes crus da mesma forma. Depois lavar em água corrente para retirar a água sanitária, assim pode se consumir as hortaliças e legumes sem a contaminação parasitária.

As carnes devem ser bem passadas para evitar a contaminação.

Fatores de risco

Qualquer pessoa pode ser infectada pelo parasita da toxoplasmose, mas alguns fatores de risco aumentam os riscos de contaminação, confira:

  • Aids/HIV: com o sistema imunológico debilitado, a pessoa torna-se mais vulnerável à ação do protozoário
  • Quimioterapia: estar sob tratamento de quimioterapia também afeta a resistência do organismo
  • Medicamentos: alguns deles também podem causar prejuízos ao sistema imunológico
  • Gravidez: se a mulher tiver sido diagnosticada com toxoplasmose, um tratamento específico pode reduzir as chances de o bebê nascer com a doença.

A importância do pré-natal:

De acordo com o ginecologista, na gravidez, durante o pré-natal, o médico solicitará diversos exames de sangue para testar a resistência dos anticorpos. No entanto, quando os exames são feitos logo após a contaminação, os resultados podem dar negativos, já que o corpo ainda não produziu anticorpos para combater a presença do parasita. Por isso, o médico poderá pedir que esses exames sejam feitos dentro de algumas semanas após a consulta.

Em todo caso, um resultado negativo pode significar que você nunca foi infectado com toxoplasmose e que, portanto, não está imune à doença. Se você estiver dentro do grupo de risco, o exame é necessário para saber quais cuidados tomar para não ser contaminado no futuro diz o médico.

O médico ginecologista e obstetra fala que a toxoplasmose tem tratamento e cura, porém tem que ser realizado por um especialista em ginecologia obstetrícia que é o médico da mulher, disse Dr. Brasil A.

ALERTA DO MÉDICO: Não tome medicamentos por conta própria, por indicação de terceiros ou sobras de medicamentos, pois podem ser prejudicial a sua saúde e afetar a gestação. Apenas o médico é o profissional capacitado para receitar os fármacos corretos.

CB PM Alan Mota – Diretor executivo da Astir

O diretor executivo da Astir Alan Mota comunica que os profissionais médicos especialistas em ginecologia e obstetrícia atendem no ambulatório as segundas, quartas e quintas-feiras por agendamento, nesse caso ligue para 3223 3686 e agende sua consulta.

“Urgências e emergências a paciente deverá ser encaminhada ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA), que atende 24 horas, 7 dias por semana, com médico, equipe de enfermagem padrão e especialista de sobreaviso, se necessário a enfermeira chefe contatará o ginecologista, ou ainda se persistir o imperativo a paciente poderá ser encaminhado para Hospitais conveniados: “O atendimento é realizado, ratificou Alan”.

Texto: Jornalista Wilson Souza/ http://www.minhavida.com.br/saude/temas/toxoplasmose

Fontes: Médico ginecologista e obstetra Brasil A./ CB PM Alan Mota/ http://www.minhavida.com.br/saude/temas/toxoplasmose

Fotos: Jornalista Wilson Souza
Formatação e publicação: Stanley Monteiro – Website

 

Esta notícia foi visualizada 61 vezes