Segurança Pública receberá reforço com a incorporação de novos policiais militares em Rondônia

A segurança pública no Estado de Rondônia terá reforço de 400 novos policiais militares até o mês de novembro. A notícia foi anunciada pelo próprio governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, e tranqüilizou os policiais que na última semana participaram da formatura militar de conclusão do Curso de Formação de Soldados (CFSD) da Polícia Militar.

O curso teve início em 10 de dezembro de 2018, tendo várias etapas do treinamento militar: instruções teóricas e práticas de abordagem, armamento, tiro defensivo, entre outras matérias essenciais ao desenvolvimento da profissão.

Ao fazer o anuncio comemorado pelos concludentes do Curso de Formação de Soldado da PM, o governador destacou o fato de também ser um militar e saber do quanto é importante a formação sabendo que o aprendizado de cada um durante o curso precisa ser aplicado para o interesse da população.

“Há alguns meses fiz contato com os secretários da Casa Civil, da Secretaria de Planejamento, da Casa Militar, Sesdec e Finanças para que viabilizassem a convocação de todos os concludentes do Curso de Formação de Soldados da Polícia Militar. Não há como um concludente desse curso ficar aguardando ser chamado, sendo diferente de outras categorias. Policia Militar, Civil e Bombeiros precisam ser empregados de imediato. Então determinei que houvesse cortes por dentro e o secretário de Segurança começou a trabalhar com os demais secretários para viabilizar a contratação de todos os formandos. Quero dizer que no mês de novembro todos estarão sendo incorporados à Corporação. Parabéns a todos pela conclusão do Curso de Formação de Soldados da Polícia Militar. Que Deus nos abençoe e que utilizem todas as técnicas para o bem da nossa sociedade”, declarou o governador.

COMANDANTE-GERAL

O comandante da Polícia Militar do Estado de Rondônia, coronel PM Mauro Ronaldo Flôres Corrêa, enalteceu o comprometimento do governador Marcos Rocha com a segurança pública do Estado, aumentando, consequentemente, o policiamento ostensivo e ampliando a capacidade operacional da Polícia Militar com a efetivação dos novos policiais ainda este ano. “Agradecemos ao governador Marcos Rocha que antes mesmo da formatura do Curso de Formação de Soldados havia dito que estaria empenhado para garantir a contratação dos novos policiais e em menos de uma semana anuncia que até novembro todos estarão efetivados. O incremento desses novos policiais dará um reforço ao policiamento ostensivo e, consequentemente, a PM irá obter melhores resultados no combate à criminalidade”, argumentou o comandante deixando claro que a efetivação vem para implementar a preservação da ordem pública.

Jornalista – Paulo Ricardo Leal
Foto – Cabo PM Raicinaluz

Fonte: http://www.pm.ro.gov.br/index.php/institucional/noticias/7732-seguranca-publica-recebera-reforco-com-a-incorporacao-de-novos-policiais-militares-em-rondonia.html

Transcrição: Jornalista Wilson Souza

 

ASTIR e outras associações obtém sinal positivo do Governo de Rondônia para valorização da categoria

As demandas foram apresentadas pelos representantes dessas associações em reuniões realizadas nos dias 19 e 20 deste mês tanto aos comandantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros quanto aos representantes do Estado ligados ao setor de Segurança Pública

Porto Velho, RO – Nos últimos dias 19 e 20, segunda e terça-feira desta semana respectivamente, representantes de associações ligadas às categorias que permeiam a Segurança Pública em Rondônia se reuniram com autoridades de suas classes e do Governo do Estado a fim de apresentar demandas.

No dia 19, o encontro foi no Comando-Geral da Polícia Militar em Porto Velho, com a presença do comandante geral, coronel Nilton Kisner, e também do coronel Silvio Luiz Rodrigues da Silva, comandante geral do Corpo de Bombeiros.

Lá, as entidades apresentaram reivindicações, principalmente em relação ao fim do PSI (Processo de Seleção Interna e, ainda, que os cursos sejam realizados completamente levando em conta o critério de antiguidade, ou seja, os profissionais que atuam há mais tempo no setor devem ter preferência quanto à sua realização, como forma de valorizá-los.

Também foi solicitada a redução do interstício (tempo de espera para promoção entre uma graduação e outra) e o preenchimento de todas as vagas em aberto na Polícia Militar.

No dia seguinte, na Casa Civil do Estado de Rondônia, na presença do subsecretário-chefe Ezequiel Neiva e do delegado Antônio Carlos dos Reis, titular da Secretaria de Segurança Pública (SESDEC) Reis, além dos comandantes Kisner e Rodrigues, as associações apresentaram novos pleitos.

Na ocasião, os secretários de Estado sinalizaram a boa vontade do governador Confúcio Moura (PMDB) em atender as demandas apresentadas pela categoria. Em seguida, fora acertado o início imediato do curso de formação para cabos da PM, a fim de promover o preenchimento de 400 vagas ainda este ano. Também será realizado um estudo para verificação de viabilidade sobre as reivindicações, que será apresentado pelo governo no dia 09 de novembro às associações.

“Gostaria de agradecer os comandantes tanto da Polícia Militar quanto do Corpo de Bombeiros e também aos secretários de Estado por ter nos ouvido e, consequentemente, ajudar nossa categoria quanto a valorização dos profissionais de Segurança Pública. Agradeço também a união de todas as associações, não só da Capital, mas também do interior do Estado. Tenho certeza que o governador Confúcio Moura compreende bem a real situação apresentada e que, dentro de suas possibilidades, fará o possível para ajudar os profissionais envolvidos”, disse Alan Mota, presidente da ASTIR (Associação Tiradentes dos Policiais Militares e Bombeiros Militares do Estado de Rondônia).