Endocrinologia – Médico especialista da Astir alerta sobre patologias causadas pelo descontrole da diabetes

O médico Dr. Victor Fini, especialista em endocrinologia, alerta sobre patologias causadas pelo descontrole da diabetes.

O MÉDICO ALERTA: NÃO TOME MEDICAMENTOS SEM RECEITUARIO MEDICO, PODE SER PERIGISO PARA SUA SAÚDE E COMPLICAR TRATAMENTO DA DIABETES SABENDO QUE  ESSA DOENÇA É GRAVE, PORÉM TEM CONTROLE.

Victor esclarece que o paciente diabético que não faz controle medicamentoso, orais e injetáveis (insulina) estão propensos a uma serie de problemas de saúde como perda parcial ou total da visão causada por:

Retinopatia diabética é uma das complicações da diabetes e uma das principais causas de cegueira nos adultos, devida às alterações estruturais que ocorrem nos vasos sanguíneos da retina. Com o evoluir da doença, estes vasos tornam-se incontinentes e libertam sangue ou fluido sanguíneo para o espaço retiniano ou para o vítreo causando problemas na visão. A retinopatia diabética pode causar perda de visão de duas formas:

  1. Os vasos sanguíneos anormais (néo-formados), como são frágeis, rompem-se e libertam sangue na cavidade vítrea, obscurecendo ou tirando mesmo a visão. Isto, normalmente, acontece nos estágios mais avançados da doença.
  2. O fluido sanguíneo pode exsudar para a região macular (parte da retina que corresponde à visão central), provocando edema e conseqüentemente perda de visão. Pode ocorrer em qualquer estádio da retinopatia diabética, embora seja mais provável que ocorra em fases avançadas da doença.
  3. O médico oftalmologista é o profissional indicado para este exame que o endocrinologista solicita.

Neuropatia diabética

Neuropatia diabética é uma doença nos nervos causada pelo diabetes.

Os sintomas da neuropatia incluem adormecimento e às vezes dor nas mãos, pés, ou pernas. Os danos nos nervos causados pelo diabetes também podem conduzir a problemas com órgãos internos, tais como o trato digestivo, coração, e órgãos sexuais, causando indigestão, diarréia ou constipação, vertigem, infecções na bexiga, e impotência.

Em alguns casos, neuropatias podem causar queimações e também provocar perda de peso. Pode acontecer também depressão.

Circulação e oxigenação das células:

Em diabéticos, esse processo de ida e vinda do sangue pode apresentar falhas devido à doença. O problema está no alto nível de açúcar. Acredita? O diabetes mal controlado pode levar a complicações na circulação e nos nervos. A lesão dos nervos pode provocar dores nas extremidades e até mesmo dormência. Por outro lado, o descontrole do diabetes, ao longo do tempo, pode levar ao entupimento nas artérias.

Membros da periferia:

Para prevenir que a ulceração se instale é necessário que a pessoa com diabetes fique atenta a cuidados básicos como: examinar diariamente os pés a procura de frieiras, bolhas, ferimentos ou calos; secar cuidadosamente os pés após o banho com uma toalha macia, sem esfregar, especialmente entre os dedos e ao redor das unhas; manter a pele sempre hidratada aplicando um creme hidratante (menos entre os dedos, para evitar umidade); utilizar meia de algodão e nunca utilizar de nylon e usar sempre sapatos fechados.

Caso ocorra alguma ulceração ou o paciente já possua uma ferida ou lesão é preciso tratá-la o quanto antes com medicamento e curativo adequados, evitando a complicação do quadro. “Devido ao fato das amputações por diabetes liderarem o número de intervenções deste tipo no mundo, diversas pesquisas têm sido realizadas na busca por soluções que evitem a complicação de casos de pés diabéticos.

Nefropatia diabética:

Muitos são os possíveis problemas de saúde decorrentes da diabetes, sendo ela uma doença que inspira muitos cuidados. Uma das complicações que um portador de diabetes pode ter, , é a chamada nefropatia diabética. Essa doença consiste em problemas nos vasos sanguíneos do rim e a conseqüente perda de proteínas através da urina..

O Médico especialista em endocrinologia, Dr. Dr. Victor Hugo Fini Jr, recomenda os diabéticos a fazerem o tratamento prescrito pelo seu médico, praticar atividades físicas, realizar exames de rotina requisitados pelo profissional médico, pois entre diversas conseqüências, o diabetes pode causar insuficiência renal, amputação de membros, cegueira, doenças cardiovasculares, e pode aumentar a incidência de acidentes vasculares cerebrais. “O portador de diabetes deve consultar com médico assistente em média a cada 60 dias e obedecer rigorosamente o horário das tomas dos medicamentos, como também, fazer a dieta receitada por esse profissional de saúde, disse Dr. Victor.

CB PM Alan Mota – diretor executivo da Astir

O diretor executivo da Astir, CB PM Alan Mota lembra que o especialista atende no ambulatório da Astir as quartas e sextas-feiras por agendamento. Marque sua consulta na recepção do ambulatório ou pelos telefones 3223 3686 e celular funcional (Claro) 9 9285-6131, finalizou Alan.

Fontes: Victor Fini médico endocrinologista/ SGT PM Alan Mota http://www.diabetes.org.br/publico/para-voces/sbd-na-imprensa/713-maioria-dos-casos-de-amputacao-de-pernas-e-pes-e-por-falta-de-cuidados-com-o-diabetes

. http://www.segs.com.br/saude/31677-entenda-porque-diabeticos-sofrem-de-ma-circulacao-sanguinea.html

http://correio.rac.com.br/_conteudo/2016/11/colunistas/feres_chaddad_neto/457682-o-acucar-e-o-cerebro.html

http://www.diabetesevoce.com.br/blog/o-que-e-neuropatia-diabetica/

Comunicado

Lucineide Brasil, gestora do setor de cadastro da Astir comunica: Solicitamos a gentileza, dos associados, a comparecerem no setor de cadastro, para atualização dos dados, caso a situação cadastral tenha sido alterada. “Esse comunicado é muito importante, pois tem a finalidade de estar em dia com sua carteirinha, para que no dia da votação saiba exatamente onde irá votar”, finalizou Lucineide. Telefone para contato: 9 98443 1551 (operadora Claro) ou 3223 5175 Texto: Jornalista Wilson Souza Fonte: Lucineide Brasil

Toxoplasmose – Médico ginecologista e obstetra da Astir esclarece

O médico ginecologista e obstetra, Brasil A., esclarece o que é toxoplasmose e como as grávidas contraem essa patologia.

Brasil A. – Médico especialista em ginecologia e obstetrícia

Toxoplasmose é uma doença infecciosa, congênita ou adquirida, causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii, encontrado nas fezes dos gatos e outros felinos. Homens e outros animais também podem hospedar o parasita diz o médico.

As grávidas que apresentam essa patologia adquirem a partir das carnes de boi e porco mal passado, verduras mal lavadas, legumes sem a perfeita lavagem e higienização para consumo em decorrência também das fezes do gado, as quais são usadas como esterco nas hortas.

Ainda de acordo com o Dr. Brasil esses cistos podem infectar quase todas as partes do organismo humano, incluindo cérebro, músculos e até mesmo o coração. No entanto, se a pessoa for saudável de um modo geral, o sistema imunológico a defenderá bem contra as ações do parasita, mantendo-o inativo dentro do organismo e impedindo, assim, que a pessoa volte a ser infectada novamente por ele.

Mas se a resistência não for tão boa, principalmente se o paciente tiver alguma doença que comprometa o sistema imunológico, a infecção pode ser reativada e causar sérias complicações.

toxoplasmose não é contagiosa entre humanos – ou seja, ela não pode ser transmitida de pessoa para pessoa. No entanto, as fezes de gatos e outros felinos e a ingestão de alimentos contaminados não são a única porta de entrada para o parasita. Humanos também podem adquirir a doença em outras situações, como:

  • Usando facas e outros utensílios de cozinha contaminados
  • Comer frutas e vegetais mal lavados
  • Transfusões de sangue ou transplantes de órgãos

A doença também pode ser congênita. Neste caso, ela é transmitida da mãe infectada para o bebê por meio da placenta. Se a mulher foi diagnosticada com a doença um pouco antes ou durante a gestação, as chances de ela passar a inflamação para o filho são de 30%, em média.

O médico recomenda:

Lavar as verduras por imersão em água contendo uma colher de chá rasa para 10 litros de água sanitária e dos legumes crus da mesma forma. Depois lavar em água corrente para retirar a água sanitária, assim pode se consumir as hortaliças e legumes sem a contaminação parasitária.

As carnes devem ser bem passadas para evitar a contaminação.

Fatores de risco

Qualquer pessoa pode ser infectada pelo parasita da toxoplasmose, mas alguns fatores de risco aumentam os riscos de contaminação, confira:

  • Aids/HIV: com o sistema imunológico debilitado, a pessoa torna-se mais vulnerável à ação do protozoário
  • Quimioterapia: estar sob tratamento de quimioterapia também afeta a resistência do organismo
  • Medicamentos: alguns deles também podem causar prejuízos ao sistema imunológico
  • Gravidez: se a mulher tiver sido diagnosticada com toxoplasmose, um tratamento específico pode reduzir as chances de o bebê nascer com a doença.

A importância do pré-natal:

De acordo com o ginecologista, na gravidez, durante o pré-natal, o médico solicitará diversos exames de sangue para testar a resistência dos anticorpos. No entanto, quando os exames são feitos logo após a contaminação, os resultados podem dar negativos, já que o corpo ainda não produziu anticorpos para combater a presença do parasita. Por isso, o médico poderá pedir que esses exames sejam feitos dentro de algumas semanas após a consulta.

Em todo caso, um resultado negativo pode significar que você nunca foi infectado com toxoplasmose e que, portanto, não está imune à doença. Se você estiver dentro do grupo de risco, o exame é necessário para saber quais cuidados tomar para não ser contaminado no futuro diz o médico.

O médico fala que a toxoplasmose tem tratamento e cura, porém tem que ser realizado por um especialista em ginecologia obstetrícia que é o médico da mulher, disse Dr. Brasil A.

ALERTA DO MÉDICO: Não tome medicamentos por conta própria, por indicação de terceiros ou sobras de medicamentos, pois podem ser prejudicial a sua saúde e afetar a gestação. Apenas o médico é o profissional capacitado para receitar os fármacos corretos.

 

O diretor executivo da Astir, SGT PM Alan Mota comunica que os profissionais médicos especialistas em ginecologia e obstetrícia atendem no ambulatório as segundas, quartas e quintas-feiras por agendamento, nesse caso ligue para 3223 3686 e agende sua consulta.

“Urgências e emergências a paciente deverá ser encaminhada ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA), que atende 24 horas, 7 dias por semana, com médico, equipe de enfermagem padrão e especialista de sobreaviso, se necessário a enfermeira chefe contatará o ginecologista, ou ainda se persistir o imperativo a paciente poderá ser encaminhado para Hospitais conveniados: “O atendimento é realizado, ratificou Alan”.

Texto: Jornalista Wilson Souza/ http://www.minhavida.com.br/saude/temas/toxoplasmose

Fontes: Médico ginecologista e obstetra Brasil A./ SGT PM Alan Mota/ http://www.minhavida.com.br/saude/temas/toxoplasmose

Foto: Jornalista Wilson Souza
Formatação e publicação: Stanley Monteiro – Website

Psicologia – Psicóloga da Astir comenta algumas patologias apresentadas em seu consultório

A psicóloga clinica geral, Dagmara Wyrria comenta algumas patologias apresentadas por pacientes no seu consultório na Astir.

Ela explica que associados com histórias de depressão, transtorno de ansiedade e síndrome do pânico são cada vez mais constantes em busca de tratamento com a especialista em Psicologia.

Dagmara descreve as patologias:

Depressão: A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. No sentido patológico, há presença de tristeza, pessimismo, baixa auto-estima, que aparecem com freqüência e podem combinar-se entre si. É imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado.

Sintomas:

  • humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia;
    • desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas;
    • diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente consideradas agradáveis;
    • desinteresse falta de motivação e apatia;
    • falta de vontade e indecisão;
    • sentimentos de medo, insegurança, desesperança, desespero, desamparo e vazio;
    • pessimismo, idéias freqüentes e desproporcionais de culpa, baixa auto-estima, sensação de falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso, doença ou morte. A pessoa pode desejar morrer, planejar uma forma de morrer ou tentar suicídio;
    • interpretação distorcida e negativa da realidade: tudo é visto sob a ótica depressiva, um tom “cinzento” para si, os outros e seu mundo;
    • dificuldade de concentração, raciocínio mais lento e esquecimento;
    • diminuição do desempenho sexual (pode até manter atividade sexual, mas sem a conotação prazerosa habitual) e da libido;
    • perda ou aumento do apetite e do peso;
    • insônia (dificuldade de conciliar o sono, múltiplos despertares ou sensação de sono muito superficial), despertar matinal precoce (geralmente duas horas antes do horário habitual) ou, menos freqüentemente, aumento do sono (dorme demais e mesmo assim fica com sono a maior parte do tempo);
    • dores e outros sintomas físicos não justificados por problemas médicos, como dores de barriga, má digestão, azia, diarréia, constipação, flatulência, tensão na nuca e nos ombros, dor de cabeça ou no corpo, sensação de corpo pesado ou de pressão no peito, entre outros

Causas:

A depressão é uma doença. Há uma série de evidências que mostram alterações químicas no cérebro do indivíduo deprimido, principalmente com relação aos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina e, em menor proporção, dopamina), substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células. Outros processos que ocorrem dentro das células nervosas também estão envolvidos.

Transtorno de ansiedade: O termo tem várias definições nos dicionários não técnicos: aflição, angústia, perturbação do espírito causada pela incerteza, relação com qualquer contexto de perigo, etc.

Levando-se em conta o aspecto técnico, devemos entender ansiedade como um fenômeno que ora nos beneficia ora nos prejudica, dependendo das circunstâncias ou intensidade, podendo tornar-se patológica, isto é, prejudicial ao nosso funcionamento psíquico (mental) e somático (corporal).

A ansiedade estimula o indivíduo a entrar em ação, porém, em excesso, faz exatamente o contrário, impedindo reações.

Os transtornos de ansiedade são doenças relacionadas ao funcionamento do corpo e às experiências de vida.

Pode-se sentir ansioso a maior parte do tempo sem nenhuma razão aparente; pode-se ter ansiedade às vezes, mas tão intensamente que a pessoa se sentirá imobilizada. A sensação de ansiedade pode ser tão desconfortável que, para evitá-la, as pessoas deixam de fazer coisas simples (como usar o elevador) por causa do desconforto que sentem.

Os transtornos da ansiedade têm sintomas muito mais intensos do que aquela ansiedade normal do dia a dia. Eles aparecem como:

– preocupações, tensões ou medos exagerados (a pessoa não consegue relaxar);
– sensação contínua de que um desastre ou algo muito ruim vai acontecer;
– preocupações exageradas com saúde, dinheiro, família ou trabalho;
– medo extremo de algum objeto ou situação em particular;
– medo exagerado de ser humilhado publicamente;
– falta de controle sobre os pensamentos, imagens ou atitudes, que se repetem independentemente da vontade;
– pavor depois de uma situação muito difícil.

Síndrome do Pânico:síndrome do pânico é um tipo de transtorno de ansiedade no qual ocorrem crises inesperadas de desespero e medo intenso de que algo ruim aconteça, mesmo que não haja motivo algum para isso ou sinais de perigo iminente.

Quem sofre do Transtorno de Pânico sofre crises de medo agudo de modo recorrente e inesperado. Além disso, as crises são seguidas de preocupação persistente com a possibilidade de ter novos ataques e com as conseqüências desses ataques, seja dificultando a rotina do dia a dia, seja por medo de perder o controle, enlouquecer ou ter um ataque no coração.

Causas

As causas exatas da síndrome do pânico são desconhecidas, embora a Ciência acredite que um conjunto de fatores possa desencadear o desenvolvimento deste transtorno, como:

  • Genética
  • Estresse
  • Temperamento forte e suscetível ao estresse
  • Mudança na forma como o cérebro funciona e reage a determinadas situações.

Alguns estudos indicam que a resposta natural do corpo a situações de perigo esteja diretamente envolvida nas crises de pânico. Apesar disso, ainda não está claro por que esse ataque acontece em situações nas quais não há qualquer evidência de perigo iminente.

Fatores de risco

A síndrome do pânico costuma afetar mais mulheres do que homens e pode ser desencadeada por alguns fatores considerados de risco, como:

  • Situações de estresse extremo
  • Morte ou adoecimento de uma pessoa próxima
  • Mudanças radicais ocorridas na vida
  • Histórico de abuso sexual durante a infância
  • Ter passado por alguma experiência traumática, como um acidente.

Algumas pesquisas indicam que se um gêmeo idêntico tem síndrome do pânico, o outro gêmeo também desenvolverá o problema em 40% das vezes. Pode acontecer, no entanto, de a doença se manifestar sem que haja histórico familiar dela.

Sintomas de Síndrome do pânico

Ataques de pânico característicos da síndrome geralmente acontecem de repente e sem aviso prévio, em qualquer período do dia e também em qualquer situação, como enquanto a pessoa está dirigindo, fazendo compras no shopping, em meio a uma reunião de trabalho ou até mesmo dormindo.

As crises de pânico geralmente manifestam os seguintes sintomas:

  • Sensação de perigo iminente
  • Medo de perder o controle
  • Medo da morte ou de uma tragédia iminente
  • Sentimentos de indiferença
  • Sensação de estar fora da realidade
  • Dormência e formigamento nas mãos, nos pés ou no rosto
  • Palpitações, ritmo cardíaco acelerado e taquicardia
  • Sudorese
  • Tremores
  • Dificuldade para respirar, falta de ar e sufocamento
  • Hiperventilação
  • Calafrios
  • Ondas de calor
  • Náusea
  • Dores abdominais
  • Dores no peito e desconforto
  • Dor de cabeça
  • Tontura
  • Desmaio
  • Sensação de estar com a garganta fechando
  • Dificuldade para engolir

Uma complicação freqüente é o medo do medo, ou seja, o medo ter outro ataque de pânico. Esse medo pode ser tão grande que a pessoa, muitas vezes, evitará ao máximo situações em que essas crises poderão ocorrer novamente.

Os ataques de pânico podem alterar o comportamento em casa, na escola ou no trabalho. As pessoas portadoras da síndrome muitas vezes se preocupam com os efeitos de seus ataques de pânico e possa, até mesmo, despertar problemas mais graves, como alcoolismo, depressão e abuso de drogas.

Não há como prever as crises de pânico. Pelo menos nos estágios iniciais do transtorno, parece não haver nada específico capaz de desencadear o ataque. Mas há indícios de que lembrar-se de ataques de pânico anteriores possam contribuir e levar a uma nova crise.

O diretor executivo da Astir, SGT PM Alan Mota informa os associados que a Psicóloga Dagmara atende no ambulatório da Astir, adultos e adolescentes, as segundas, quartas e quintas, no período da tarde e às terças-feiras no período da manhã. Ligue 3223 3686 ou 9 9285-6131, na recepção do ambulatório e marque sua consulta, finalizou Alan.

Fontes: Dagmara Myrria/  SGT PM Alan Mota/ http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/76depressao.html/http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/224_ansiedade.html/https://www.minhavida.com.br/saude/temas/sindrome-do-panico

Texto: Jornalista Wilson Souza e sites da fonte ( http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/76depressao.html/http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/224_ansiedade.html/https://www.minhavida.com.br/saude/temas/sindrome-do-panico )

Formatação e publicação: Stanley Monteiro

URGÊNCIAS E EMÊRGENCIAS – Serviço de Pronto Atendimento Astir 24 horas

O Serviço de Pronto Atendimento da Astir (S.P.A), localizado à Av. Campos Sales 2.121, região central de Porto Velho, atende 24 horas, 7 dias por semana, urgências e emergências médicas dos associados e dependentes.

Fachada do Serviço de Pronto Atendimento – S.P.A/ porta central com duas aberturas
Rampa exclusiva de acesso para ambulâncias/ pacientes com dificuldades de locomoção/automóveis com pacientes

O médico plantonista dispõe de exames de laboratório, serviços de raios-x, monitor cardíaco, desfibrilador, aparelho de eletrocardiograma, sala de curativos, 8 leitos de observação, equipe de enfermagem (com enfermeira chefe e técnicos), técnico em radiologia, laboratório de análises clínicas, leitos de observação, carrinho e medicamentos de emergência, se necessário os pacientes poderão ser internados no Hospital Tiradentes, totalmente humanizado, ou encaminhados para hospitais e clinicas conveniados dependendo do caso e do entendimento do profissional médico, entre outros. Outros profissionais de saúde como cirurgiões-dentista, fisioterapeutas, psicólogos, obedecem a escala de sobreaviso, ambulância UTI ou URA (autorizadas remoções pela enfermeira chefe), carro de apoio, entre outros.

Localização Google Maps
Carrinho de emergência/ Cardioversor/ Eletrocardiograma/ Leito de emergência- Observação médica

O Diretor executivo da Astir, SGT PM Alan Mota fala que o Serviço de Pronto Atendimento da Astir está capacitado para atender os associados em qualquer situação de urgência e emergência e conta com profissionais altamente capacitados e treinados; “Nossos associados não ficam sem atendimento em qualquer dia da semana e ainda a qualquer hora (dia e noite). Caso o médico entenda ser necessário, o nosso associado poderá ser transferido de ambulância UTI, UR ou carro de apoio aos hospitais e clinicas conveniada, especializada na patologia que o paciente apresentar, concluiu Alan.

Texto e fotos: Wilson Souza
Legenda foto: SGT PM Alan Mota – Diretor executivo da Astir
Fontes: Serviço de Pronto Atendimento Astir /Alan Mota

Pneumonia – Médica da Astir esclarece

A médica Daniele Bergamaschi esclarece que pneumonia é uma infecção que se instala nos pulmões, órgãos duplos localizados um de cada lado da caixa torácica. Basicamente, pneumonias são provocadas pela penetração de um agente infeccioso ou irritante (bactérias, vírus, fungos e por reações alérgicas) no espaço alveolar, onde ocorre a troca gasosa.

Imagem meramente ilustrativa – Internet

Daniele fala que o diagnóstico da doença é realizado no consultório ou no pronto atendimento (emergência dependendo do estado do paciente), através de exame clínico, raios-x, exame de sangue hemograma completo e outros caso seja necessário.

Sintomas

– febre alta;
– tosse;
– dor no tórax;
– alterações da pressão arterial;
– confusão mental;
– mal-estar generalizado;
– falta de ar;
– secreção de muco purulento de cor amarelada ou esverdeada;
– toxemia (danos provocados pelas toxinas carregadas pelo sangue);
– prostração (fraqueza).

Fatores de risco

– fumo: provoca reação inflamatória que facilita a penetração de agentes infecciosos;
– álcool: interfere no sistema imunológico e na capacidade de defesa do aparelho respiratório;
– ar-condicionado: deixa o ar muito seco, facilitando a infecção por vírus e bactérias;
– resfriados mal cuidados;
– mudanças bruscas de temperatura.

Diagnóstico

Exame clínico, auscultação dos pulmões e radiografias de tórax são recursos essenciais para o diagnóstico das pneumonias.

Tratamento

O tratamento das pneumonias requer o uso de antibióticos e outros medicamentos de suporte, e a melhora costuma ocorrer em três ou quatro dias. A internação hospitalar pode fazer-se necessária quando a pessoa é idosa, tem febre alta ou apresenta alterações clínicas decorrentes da própria pneumonia, tais como: comprometimento da função dos rins e da pressão arterial, dificuldade respiratória caracterizada pela baixa oxigenação do sangue porque o alvéolo está cheio de secreção e não funciona para a troca de gases.

Recomendações
– não fume e não beba exageradamente;
– observe as instruções do fabricante para a manutenção do ar-condicionado em condições adequadas;
– não se exponha a mudanças bruscas de temperatura;
– procure atendimento médico para diagnóstico precoce de pneumonia, para diminuir a probabilidade de complicações.

Finalizando Daniele fala que apenas o médico é o profissional capacitado para receitar medicamentos para qualquer patologia, principalmente para pneumonia, porque é uma infecção grave e necessita de antibióticos específicos, como também de receituário controlado, nas dosagens e horários das tomadas, obedecendo à receita médica.

Texto: Wilson Souza/ http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/233_pneumonia.html
Fontes: Médica Daniele Bergamaschi/ http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/233_pneumonia.html
Imagem – Meramente Ilustrativa – Internet

Não considere quaisquer informações apresentadas nesta apresentação como aconselhamento médico ou diagnóstico. Você deve sempre consultar o seu médico ou profissional de saúde qualificado e especializado, antes de seguir qualquer TIPO DE ACONSELHAMENTO OU SE AUTOMEDICAR baseado nessas dicas. A Astir, não se responsabiliza pelo conteúdo do texto da fonte.

CONSAD – Presidente do Conselho Administrativo da Astir despacha de Porto Velho

Presidente do CONSAD – SGT PM RR Fábio Macedo

O presidente do Conselho Administrativo da Astir (CONSAD), SGT PM RR Fábio Macedo encontra-se em Porto Velho despachando com a diretoria executiva, de acordo com o Estatuto Social da Astir conforme reza o artigo 28 (caput):

SEÇÃO II
DO CONSELHO ADMINISTRATIVO

ART. 28 – Compete ao Conselho Administrativo:

  1. Constituir-se no Órgão de gestão, estratégia e administração da Associação, adotando decisões para cumprimento pela Diretoria Executiva, convalidando, expressamente, os atos desta, quando devidamente justificados;

Na oportunidade Fábio Macedo fala que conversa com os gestores, analisa documentos, e verifica o bom andamento dos serviços prestados aos associados e despacha com a diretoria executiva e financeira.

O presidente do CONSAD descreve que, hoje (08), participou da abertura do encontro das colaboradoras da Astir, o qual com a principal finalidade de saudar as participantes pelo dia internacional da mulher.

Desejo feliz dia da Mulher, para todas que têm orgulho de sê-lo e sabem representar o gênero com garra, encanto e determinação! Disse Fábio.
Texto e foto: Jornalista Wilson Souza DRT 1705/RO – MTPS
Fonte: SGT PM RR Fábio Macedo – Presidente do CONSAD
Formatação e publicação: Stanley Monteiro

Ambulatório – Astir mantém equipe treinada para atender os associados

Colaboradoras Valdirene (E) Keila (C) Jéssica (D).

A Gestora do ambulatório da Astir Porto velho, Jéssica Cunha fala que todas as colaboradoras do setor estão preparadas para atender a demanda dos associados que vão à busca de consulta médica, nas especialidades disponibilizadas no ambulatório.

Ainda segundo Jéssica as consultas são por ordem de chegada e por agendamento, porém  em caso de dúvidas, os associados podem ligar para 3223 3686 ou 9 9285-6131 (celular funcional operadora Claro), ou ainda comparecer no balcão e marcar sua consulta.

“Fazemos de tudo para melhor atender nossos coligados, pois entendemos que a procura por atendimento médico é de relevância”.

Solicitamos a cooperação de todos no sentido de que caso não possam comparecer a consulta marcada, ligar e desmarcar, assim outro paciente poderá ocupar a vaga, disse Jéssica.

Vice-diretor executivo da Astir – ST PM Mauro Seibert

O vice-diretor executivo da Astir ST PM Mauro Seibert diz que a direção vem contratando médicos especialistas para melhor oferta de profissional saúde, dentro das possibilidades. “A cada dia buscamos especialistas com a principal finalidade de facilitar o acesso às consultas médicas, disse Seibert.

Texto e fotos: Jornalista Wilson Souza
Fontes: Jéssica Cunha/ ST PM Mauro Seibert
Formatação e publicação: Stanley Monteiro – Website

 

RH – Gestor do setor de Recursos Humanos da Astir apresenta os serviços que realiza

O gestor de Recursos Humanos da Astir, Nick Gomes, graduado em Gestão de RH, com experiência de 22 anos na função apresenta os serviços realizados no setor.
Ele explica que o setor é responsável por:

Folha de pagamento – Envia o demonstrativo (valor, horas etc.) aos diretores executivo e  financeiro para saldarem os salários dos colaboradores.

Processos rescisórios – É realizado com base nas circunstâncias apresentadas, ou seja, caso a caso. Demissão por justa causa, a pedido do funcionário e outros. Isso implica na observância das leis trabalhistas em vigor o que requer extremo cuidado ao seguir as normas da associação e dos regulamentos implícito no Ministério do Trabalho e outros.

Aplicação das leis trabalhistas – O gestor de RH, Nick Gomes fala que após as mudanças nas leis trabalhistas vem trabalhando de acordo com as mesmas. “Isso evita aborrecimentos de ambos os lados – empregador e empregado”, disse.

Qual é mesmo a função do RH? – O gestor de recursos humanos tem atribuições que vão além de administrar, lidar com resultados ou acompanhar o desenvolvimento das rotinas do departamento.

Ele precisa acompanhar o desenvolvimento da agregação, suprir com recursos humanos competentes e capazes de fazer com que a organização atinja seus objetivos estratégicos. Para isso é necessário contratar, treinar e capacitar as pessoas para exercerem as suas tarefas.

Muitas das atribuições do RH não são vistas e, portanto, não reconhecidas, mas precisa contar com uma equipe coesa e competente que façam as coisas fluírem.

O diretor executivo da Astir, CB PM Alan Mota diz que os colaboradores do RH fazem do setor um instrumento (sentido literal humana e capaz) perfeito, com seu pessoal de apoio funcionando em perfeita harmonia, que contribui de forma eficaz, garantindo que as necessidades da coordenação sejam atendidas e os funcionários recebam o pagamento do que lhes são devido, completou Alan.

Fontes: Nick Gomes/ CB PM Alan Mota/ https://www.slacoaching.com.br/artigos-do-presidente/o-gestor-de-recursos-humanos
Texto: Jornalista Wilson Souza/ https://www.slacoaching.com.br/artigos-do-presidente/o-gestor-de-recursos-humanos
Fotos: Jornalista Wilson Souza
Formatação e publicação: Stanley Monteiro

ENFERMAGEM – Astir conta com profissionais de enfermagem 24 horas

De acordo com a gerente de enfermagem da Astir, Enfermeira Daniele, a Astir conta com uma equipe de 28 profissionais, altamente treinados e capacitados para exercer suas funções.

Daniele diz que são 6 enfermeiros chefe e 22 técnicos de enfermagem, que obedecem escala de plantão, tanto no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) que atende 24 horas, 7 dias por semana, como também no Hospital Tiradentes.

“Enfermagem é a arte de cuidar e a ciência cuja essência e especificidade é o cuidado ao ser humano, individualmente, na família ou em comunidade de modo integral e holístico, desenvolvendo de forma autônoma ou em equipe atividades de promoção, proteção, prevenção, reabilitação e recuperação da saúde”, disse a Enfermeira.

O Vice-diretor executivo da Astir, ST PM Mauro Seibert comenta que os profissionais que atuam na área da enfermagem, muito além dos seus conhecimentos técnicos, trabalham com amor, dedicação e procuram transmitir ao paciente calmaria, durante seu tratamento ou atendimento no SPA, finalizou.

Texto e fotos: Jornalista Wilson Souza – DRT 1705/RO – MTE
Fonte: Enfermeira Daniele/ ST PM Mauro Seibert
Formatação e publicação: Stanley Monteiro
Imagem: Meramente ilustrativa (Google)