PROERD – Mais de 230 mil longe das drogas

Resistência as Drogas e a Violência PROERD.

O evento foi realizado na Escola Municipal Saul Bennesby, localizada na zonal sul de Porto Velho, na ocasião 90 novos Proerdianos das turmas da manhã e tarde foram certificados após concluírem com êxito os 10 encontros durante três meses com auxílio dos policiais militares cabo PM Araújo e cabo PM Max, juntando-se a mais de 230 mil alunos formados nos últimos 18 anos de atuação do Proerd em nosso Estado.

O programa é uma adaptação brasileira do programa norte-americano “Drug Abuse Resistence Education”– D.A.R.E, que foi implantado na país em 1992 pela Polícia Militar do Rio de Janeiro e hoje é adotado em todo o Brasil.

O PROERD tem caráter social e preventivo e consistem em um esforço cooperativo entre as Polícias Militares, Escolas e Famílias, com o objetivo de dotar jovens de informações e habilidades necessárias para viver de maneira saudável sem drogas e violência. Durante os 10 encontros em sala de aula com os Policiais Militar CB Max e CB Araújo os alunos tiveram a oportunidade de receber instruções de forma cativante, descontraída e lúdica, sobre maneiras de resistir às diferentes pressões para o consumo de drogas.

O Programa tem se mostrado eficiente para a reflexão, discussão e prática de valores morais, éticos e sociais voltados à prevenção desse fenômeno.

A mesa de honra foi composta pela diretora da Escola Saul Bennesby Ana Carla Ramos, vice Diretora Adriana dos Santos e representando a Coordenação do Proerd cabo PM Evandro.

Na ocasião Ana Carla agradeceu o apoio da Polícia Militar e destacou que o Proerd é de extrema importância para auxiliar os jovens quanto à conscientização sobre o perigo das drogas em nossa sociedade e esperar contar com o PROERD no próximo ano.

Fonte: http://www.pm.ro.gov.br/index.php/institucional/noticias/7084-proerd-mais-de-230-mil-longe-das-drogas.html

Fotos: PROERD
Texto: Jornalista Lenilson Guedes
Transcrição: Jornalista Wilson Souza
Formatação e publicação: Stanley Monteiro

 

Esta notícia foi visualizada 9 vezes