Médica da Astir diz que hipertensão e diabetes descontrolados podem causar SEPSE

A médica Rivani Neves fala sobre hipertensão arterial severa e diabetes descontrolado o que pode levar o paciente a óbito se não tratar corretamente.

Médica Rivani Neves

Ela explica que no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) da Astir associados que apresentaram essas patologias sem o devido controle, a situação dos mesmos era de total emergência, tendo que ser transferidos para hospitais conveniados e internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A médica explica:

Diabetes: sintomas de que a glicemia está descontrolada

Quando se tem diabetes, os níveis de açúcar estáveis são o maior indicativo de que a saúde vai bem: quando eles aumentam ou diminuem demais, o corpo começa a sentir suas conseqüências, e o equilíbrio do organismo começa a ir mal. A melhor forma de evitar esses picos e quedas é através do monitoramento diário com o uso de glicosímetros e outras tecnologias. Além disso, investir em alimentação saudável, atividades físicas regulares e seguir a medicação corretamente é excelente estratégia.

A hiperglicemia é quando a glicemia está muito alta (acima de 130 mg/dL) e é o quadro base do diabetes. No entanto, ela só apresenta sintomas quando está acima de 160 e 180 mg/dL o que a torna mais perigosa!

Os sintomas principais de uma glicemia tão alta são o excesso de urina e de sede excessiva. “Quando presente na urina, a glicose atrai mais água (diurese osmótica), o que aumenta o volume urinário”. Mais tarde, os sintomas podem envolver dificuldade em respirar, perda de apetite, náuseas, vômito, infecção urinária, SEPSES (A sepse, também chamada de septicemia ou sepsis, é um problema que ocorre nos pacientes com infecções graves, caracterizada por um intenso estado inflamatório em todo o organismo).

O que fazer em uma crise?

Crises de hiperglicemia não são comuns, mas o quadro precisa ser revertido com a procura de um médico para que ele oriente condutas que impeçam esse quadro de acontecer. Se a glicemia estiver muito alta, inclusive, a aplicação de insulina em um hospital pode ser indicada.

Como evitar a hiperglicemia?

A alimentação é essencial para evitar a hiperglicemia: é muito importante o paciente evitar alimentos ricos em carboidratos com alto índice glicêmico ou tentar consumi-los em menores quantidades, sempre acompanhados de alimentos ricos em fibras, gorduras boas e proteínas.

Hipertensão arterial (pressão alta)

Geralmente as hipertensões de difícil controle são aquelas com níveis pressóricos altos, classificadas como hipertensão grau II. Dificilmente uma hipertensão leve não consegue ser controlada com uma ou duas drogas diferentes.

Algumas características genéticas, alguns fatores ambientais e a presença de certas doenças podem dificultar controle da pressão arterial, favorecendo o aparecimento da hipertensão resistente. Entre eles podemos citar:

– Idade avançada.
– Tabagismo
– Obesidade

– Uso de substâncias tóxicas

– Consumo excessivo de sal.
– Consumo excessivo de alcaçuz.
– Consumo excessivo de álcool

– Diabetes mellitus

– Insuficiência renal crônica que pode evoluir para uma infecção generalizada (SEPSE)
– Hipertrofia ventricular esquerda (aumento do tamanho do ventrículo esquerdo do coração, uma complicação comum em quem tem hipertensão há muito tempo).

Medicamentos (substâncias) que interferem no tratamento da hipertensão

O uso de certos tipos de medicamentos também pode interferir na eficácia dos anti-hipertensivos, fazendo com que tenhamos que aumentar suas doses e/ou associar mais drogas ao esquema de tratamento. Entre elas, citamos:

– Antiinflamatórios
– Aspirina em doses acima de 500 mg por dia (leia: ASPIRINA | AAS | Indicações e efeitos colaterais).
– Anticoncepcionais orais (leia: ANTICONCEPCIONAIS | Interações com outros medicamentos)
– Analgésicos derivados da morfina.
– Anfetaminas e derivados.
– Corticóides (leia: PREDNISONA E CORTICOIDES | Indicações e efeitos colaterais).
– Ciclosporina.
– Descongestionantes nasais.
– Eritropoietina.
– Remédios à base de Ephedra ou Ma huang, muito usados em tratamentos ditos naturais para emagrecer (obs: a maioria dos remédios para perder peso, naturais ou não, contém substâncias que interferem na pressão arterial).

A sepse é desencadeada pela invasão da corrente sanguínea por agentes infecciosos, principalmente bactérias ou vírus, por isso, é habitualmente chamada pelo público leigo de infecção do sangue, bactéria no sangue ou infecção generalizada.

O QUE É SEPSE

De modo simples, sepse é a doença que surge quando germes, principalmente bactérias, invadem a corrente sanguínea e provocam uma intensa resposta inflamatória por todo o organismo, podendo levar o paciente a óbito.

A MÉDICA ALERTA OS PADECENTES QUE EM CASO DE HIPERTENSÃO E DIABETES PROCURAR O MÉDICO IMEDIATAMENTE, POIS PODE LEVAR OS PACIENTES, EM ALGUNS CASOS ATÉ O ÓBITO. DRA. RIVANI ORIENTA QUE NÃO SE DEVE TOMAR MEDICAMENTOS DE QUALQUER GRUPO SEM RECEITUÁRIO MÉDICO, OU SEJA, AUTOMEDICAÇÃO O QUE PODE COLOCAR SUA ÁÚDE E ATÉ SUA VIDA EM SÉRIO RISCO.  

Subtenente Mauro Seibert – Vice-diretor executivo da Astir

O Vice-diretor executivo da Astir, Subtenente Mauro Seibert informa os associados que a Astir disponibiliza médicos Clinico geral de segunda a sextas-feiras, manhã e tarde no ambulatório e médico especialista em cardiologia as segundas, terça e quartas-feiras, pela manhã a partir das 09h00min por agendamento e endocrinologista quartas e sextas-feiras de manhã a partir das 10h00min por agendamento.

Em casos de urgência e emergência o associado deve ser conduzido para o Serviço de pronto Atendimento (SPA) que trabalha em regime de plantão 24 horas, 7 dias por semana, com médico, equipe de enfermagem, padrão, outros profissionais de saúde de sobreaviso, ambulância semi-UTI, carro de apoio, Hospital Tiradentes, laboratório de análises clínicas, raios-x, aparelhos e equipamentos de ultima geração, entre outros. “Nosso associado não fica sem socorro médico, confirma Seibert.

Fontes: Médica Rivani Neves/ ST PM Siebert/ http://www.minhavida.com.br/saude/materias/20853-diabetes-sintomas-de-que-a-glicemia-esta-descontrolada/ https://www.mdsaude.com/2009/01/o-que-e-sepse-sepsis-e-choque-septico.html/ https://www.mdsaude.com/2011/05/hipertensao-arterial-dificil-controle.html

Texto: Jornalista Wilson Souza e sites da fonte
Formatação e publicação: Stanley Monteiro

 

Esta notícia foi visualizada 58 vezes