Governo inicia reorganização da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros para garantir segurança pública mais eficiente em Rondônia, Astir parabeniza

O diretor executivo da Astir, CB PM Alan Mota vem a público parabenizar o Governador Daniel Pereira, sobre a reorganização da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar.

CB PM Alan Mota – Diretor executivo da Astir

Alan entende que a modernização, através da informatização, monitoramento de vídeo e áudio nas viaturas e a união entre as forças militares e civis são de importância relevada, de uma vez que o atendimento a sociedade será mais rápido mantendo assim a eficiência e comprometimento que norteia os homens que se doam a serviço do cidadão, disse.

Governador do Estado Daniel Pereira – Autoridades civis e militares

Em menos de um mês da aprovação na Assembléia Legislativa das leis que garantem a progressão funcional com a reorganização estrutural da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia, uma espera que durou quase duas décadas, o governador Daniel Pereira anunciou nesta terça-feira (3) a publicação de decretos criando várias unidades como forma de reforçar a segurança pública em todo o estado, inclusive com a adoção de ferramentas tecnológicas que tornam mais ágeis as ações, apresentando respostas mais rápidas à sociedade. Além da força policial com a atuação ostensiva e repressiva, na solenidade cívica militar realizada em frente ao Comando Geral da PM, em Porto Velho, destaque também foi dado ao serviço voluntariado, uma iniciativa que segundo o governador tem contribuído para a melhoria dos serviços de segurança tirando os policiais dos serviços administrativos burocráticos para cumprir sua missão nas ruas.

A maioria das unidades criadas tem sede na capital, que contava com dois batalhões da PM (1º e 5º) e agora são três com o 9º BPM para policiamento ostensivo na zona Sul e distritos de Jacy-Paraná, União Bandeirantes, Mutum-Paraná, Abunã, Vista Alegre do Abunã, Extrema e Nova Califórnia. Outros dois batalhões foram criados em Rolim de Moura (10º BPM) na região da Zona da Mata; e São Miguel do Guaporé (11º BPM), reforçando a atuação na faixa de fronteira com a Bolívia.

Os decretos também trazem novidades como a transformação da Companhia Independente de Policiamento de Trânsito em Batalhão de Polícia de Trânsito, que além de dar autonomia, potencializa as ações de prevenção de acidentes e das demais políticas de controle de tráfego; criação do Batalhão de Operações Especiais (Bope), em substituição ao então COE, o que exige qualificação maior para intervenção com reféns, empregos táticos, aturadores de elite e operações especiais. Sua autonomia garante resposta rápida aos casos de alta complexidade em todo o estado; criação do Batalhão de Choque, considerado um “divisor de águas” no que se refere a resposta qualificada aos crimes, com atuação nos distúrbios civis, unidades prisionais, ações de patrulhamento tático móvel, grupo de intervenção tática ostensiva com motocicletas e o emprego de cães para repressão a roubos, tráficos de drogas, entre outros atos ilícitos.

Comandante geral da PM CEL PM Ronaldo (E) / Governador Daniel Pereira © CEL PM RR Jobim Secretário da SESDEC (D)

Governador Daniel Pereira anunciou a publicação dos decretos

Considerando serem as fronteiras “porta de entrada e saúda de mercadorias ilícitas que movimentam o crime organizado no País, o governo de Rondônia criou o Batalhão de Polícia de Fronteiras (com a Bolívia) e Divisas (com o Mato Grosso, Amazonas e Acre), assegurando ao Estado o cumprimento do seu papel como garantidor da segurança pública, prevenindo e também reprimindo s crimes trans fronteiriços. Para dar à PM autonomia no policiamento aéreo, foi criado o Batalhão de Aviação Operacional, enquanto o Corpo de Bombeiros teve o Grupo de Operações Aéreas transformado em Grupamento, com vistas a promover maior autonomia nas ações de socorro e resgate.

Com a reorganização, o município de Buritis ganhou a Companhia Independente de Policiamento Ostensivo da PM para atender à região; Ariquemes o 5º Grupamento de Bombeiros, com autonomia para as operações no Vale do Jamari; enquanto Ji-Paraná e Vilhena terão a Diretoria de Atividades Técnicas do Corpo de Bombeiros.

Ainda no interior do estado, o governo está fortalecendo a Coordenação Estratégica da PM e Bombeiros com a criação do Comando Regional de Policiamento IV, da Coordenadoria de Atividades Sociais, da Coordenadoria de Educação, do Comando de Policiamento Especializado, da Coordenadoria de Saúde, do Comando Operacional Bombeiro Militar e do Comando de Operações Aéreas Bombeiro Militar.

Para tornar mais ágeis as ações policiais em Rondônia, o governador apresentou ferramentas tecnológicas, como o Kit Mobile, que consiste em m tablet equipado para registro das ocorrências tanto por policiais quanto por bombeiros, com detalhamento do local feito pelo próprio equipamento; Body cam, que são câmeras acopladas ao corpo do policial, uma forma de evitar abusos e também falsas denúncias contra policiais em suas atividades, por tudo será filmado; o aplicativo Agente Cidadão, uma inovação colocada à disposição da comunidade para acionar os órgãos de segurança: PM 190, bombeiros 193, além do SAMU 192 e o serviço de agressão contra a mulher 181.  O investimento foi de R$ 14 milhões, recursos do Departamento Estadual de Trânsito (Setran) e do Fundo de Reconstituição de Bens Lesados do Ministério Público do Estado. Novas viaturas e uma aeronave também compõem o pacote de medidas.

Como parte das medidas de melhoria da segurança pública, o governador Daniel Pereira anunciou também cursos de aperfeiçoamento para oficiais destinados a 28 policiais; curso de adaptação de oficiais engenheiros e contadores para cinco profissionais; curso de habilitação de oficiais de administração para 63 PMs; curso de habilitação do quadro de auxiliar de oficiais para 13 bombeiros; curso de formação de 851 sargentos na PM, dos quais 164 estão formação que se somarão aos 687 graduados que iniciarão o curso ainda nesta ano; curso de formação de 1.737 cabos, 148 dos quais já em formação; curso de formação 38 cabos bombeiros; curso de formação de 400 soldados remanescentes do concurso da PM de 2014; e curso de formação de 125 soldados bombeiros.

 

Com relação ao serviço prestado por voluntários, que já é realizado por jovens de 18 a 23 anos, o governador inovou com a ampliação para profissionais nas áreas da saúde, educação, segurança, esporte, lazer, cultura, meio ambiente, assistência e defesa social e jurídica, entre outras. Mais 40 pessoas serão admitidas no projeto, totalizando 90. Já o Serviço Administrativo Voluntário (SAV) contratará mais 73 candidatos  remanescentes do concurso de 2017, totalizando 241 em atuação na PM e Corpo de Bombeiros.

CEL PM Ronaldo – Comandante Geral da PM RO

Leia na integra o discurso do comandante geral da PMRO coronel Ronaldo Flores Corrêa

Um bom dia a todos.

Dia 03 de julho de 2018. Data histórica para a segurança pública do estado de Rondônia, e em especial para a Polícia Militar de Rondônia – PMRO. Estamos aqui reunidos para a tropa de nossa briosa corporação e a sociedade civil organizada terem conhecimento do pacote de medidas que o governo de Rondônia implementará na área de segurança pública.

Criações de novas Unidades Operacionais na PMRO, como o 9º BPM, cuja sede será na zona sul de Porto Velho, Batalhão de Policiamento de Trânsito – BPTran, Batalhão de Operações Policiais Especiais – BOPE, Batalhão de Policiamento de Choque – BPChoque, Batalhão de Divisas e Fronteiras – BPFront, Batalhão de Aviação, Companhia Independente de Policiamento Ostensivo em Buritis e a Coordenadoria Regional de Policiamento IV – CRP IV, com sede na cidade de Ariquemes, são algumas das medidas que irão viabilizar um remanejamento de responsabilidades, viabilizando uma dinamização no planejamento, execução e direcionamento do policiamento ostensivo em nossa capital Porto Velho e no estado de Rondônia.

Que, diga-se de passagem, inovações advindas da reestruturação administrativa do quadro organizacional da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militares de Rondônia, aprovado na Assembléia Legislativa pelo poder legislativo e impulsionada pelo poder Executivo que viabilizou a criação de vagas em graduações e postos, bem como também de novas funções nas corporações militares estaduais. As novidades não param, sendo iniciadas com a criação do 10º Batalhão de Polícia Militar na cidade de Rolim de Moura e do 11º Batalhão em São Miguel do Guaporé no mês passado.

Nossa corporação respira ares novos. Incentivos a carreira policial militar, com a previsão de abertura dos editais dos Cursos de Formação de Sargentos – CFS II e III, ambos com início respectivamente nos meses de agosto, com 386 (trezentos e oitenta e seis) vagas, e novembro, com 301 (trezentos e uma) vagas, ainda este ano, bem como também os Cursos de Formação de Cabos II e III, na modalidade a distância com 1.392 (mil trezentos e noventa e duas) vagas ao todo, ambos também com previsão de início em 2018, são realidades e fomentarão as promoções no âmbito da PMRO. Sem falar dos cursos já em execução na Diretoria de Ensino, sendo um CFS com 164 alunos a sargento, um CFC modalidade a distância com 160 alunos a cabo e um Curso de Habilitação de Oficial Administrativo – CHOA, com 63 alunos oficiais.

Os policiais militares vivenciam uma corporação cada vez mais forte e evoluída a cada dia. Isso nos dá uma imensa satisfação e alegria. Motiva-nos a continuar trabalhando cada vez mais em busca de uma segurança pública melhor para a sociedade rondoniense. Comprovamos isso com os registros de furtos e roubos dos meses do corrente ano em comparação com o ano de 2017. Conseguimos reduzir tais modalidades de crimes contra pessoa expressivamente, conforme dados extraídos da Secretaria de Segurança Defesa e Cidadania. Nossa tropa tem trabalhado incansavelmente, diuturnamente, em todos os rincões do estado.

Estivemos visitando in loco, grupamentos policiais militares situados em pequenos distritos dos municípios do interior do estado, sendo elas: Pimenteiras, Nova Riachuelo, Seringueiras, entre outras localidades. Percebo a dedicação no sacerdócio de servir e proteger, por onde passamos.

Estamos com esse entusiasmo, atingindo nossos objetivos, institucionalizando projetos inovadores como a patrulha Maria da Penha, que dentro da ótica do policiamento orientado para o problema, ataca as demandas de violência doméstica em nosso estado, que estava cada vez mais crescente. Hoje, o número de reincidências desses crimes contra a mulher vem caindo drasticamente, principalmente nas cidades de Porto Velho e Jí-Paraná.

Sigamos firmes na mesma batida. Agradeço imensamente ao Governador do Estado de Rondônia, Sr. Daniel Pereira, sua equipe de trabalho, poder Legislativo e a todos que de alguma forma têm contribuído para essas inovações. Uma realidade que não existiria se não tivéssemos idéias e propósitos em comum. Marcamos hoje a história da Polícia Militar, bem como da Segurança Pública do estado de Rondônia, que sentirá os efeitos de todas as novidades técnicas e tecnológicas implementadas e as que por ventura hão de ser.

Um bom dia a todos!

Polícia Militar de Rondônia, lealdade, disciplina e constância.

 

Texto: Veronilda Lima/ Jornalista Wilson Souza (Astir)

Fotos: cabo PM Raicinaluz Coeli

Jornalista Lenilson Guedes/ Jornalista Wilson Souza

Secom – Governo de Rondônia

 

Esta notícia foi visualizada 74 vezes