ASTIR - Associação dos Policiais Militares e Bombeiros Militares do Estado de Rondônia Fisioterapia – Os associados da Astir contam com fisioterapeuta especializada em RPG e clinica geral
Home / Notícias / Fisioterapia – Os associados da Astir contam com fisioterapeuta especializada em RPG e clinica geral

Fisioterapia – Os associados da Astir contam com fisioterapeuta especializada em RPG e clinica geral

A fisioterapeuta Soraia Ribeiro, clinica geral e também especialista em RPG fala da sua área de atuação n moderno, humanizado e climatizado centro de fisioterapia da Astir.

Imagem meramente ilustrativa – Google

O tratamento de Reeducação Postural Global (RPG) é realizado através de atendimentos que duram, em média, uma hora cada sessão. Contudo, a duração da consulta bem como de todo o tratamento, vai depender das necessidades de cada paciente. Por isso, considera-se a RPG como um método de tratamento, totalmente, personalizado.

O fisioterapeuta acompanhante (profissional apto a aplicar a RPG) inicia o tratamento com uma avaliação detalhada do quadro do paciente e, somente após essa primeira etapa, poderá direcionar o atendimento de maneira eficaz, dando início às sessões que vão ocorrer uma ou duas vezes por semana na clínica de fisioterapia. Os resultados com a RPG já podem ser percebidos a partir da primeira sessão e atingem sucesso em até 90% dos casos. O campo de aplicação é enorme e o método de tratamento deve elevar-se ao nível de complexidade de cada caso ou patologia.

A fisioterapia respiratória atua no tratamento de indivíduos de todas as idades com distúrbios pulmonares agudos ou crônicos. Ela utiliza estratégias, meios e técnicas de avaliação e tratamento não-invasivo, que têm como objetivo a otimização do transporte de oxigênio, contribuindo assim para prevenir, reverter ou minimizar esses problemas, promovendo a máxima funcionalidade e qualidade de vida dos pacientes.

A intervenção do fisioterapeuta em pacientes com problemas respiratórios baseia-se no seu exame, tratamento e avaliação dos resultados. Pode ser realizados em ambientes hospitalares, no pré e pós-operatório de diversas cirurgias, em Unidades de Terapia Intensiva, clínicas particulares, ambulatórios, centro de assistência e reabilitação e até mesmo na casa do paciente, quando se fizer necessário.
A fisioterapia respiratória tem grande indicação nos casos de pacientes com crises repetidas de asma, bronquite, pneumonia ou outras doenças respiratórias, principalmente quando ocorre grande produção de secreção dentro dos brônquios.

O tratamento dá ênfase a técnicas de relaxamento e alongamento de todos os músculos envolvidos no processo respiratório, engloba técnicas de desobstrução brônquica e das vias aéreas superiores, reeducação funcional respiratória, correção das deformidades do tórax e da postura global do paciente.

Através de exercícios específicos, o tratamento fisioterapêutico respiratório, aumenta o condicionamento físico e respiratório do paciente.
Uma respiração correta é indispensável ao bem estar geral do nosso corpo. O papel da fisioterapia pode ser de suma importância na reeducação respiratória melhorando e potencializando o processo respiratório prevenindo e tratando os problemas respiratórios.

Fisioterapia Neurofuncional é a área de especialidade da fisioterapia que atua de forma preventiva, curativa, adaptativa ou paliativa nas seqüelas resultantes de danos ao sistema nervoso, abrangendo tanto o sistema nervoso central como o periférico, bem como aqueles com doenças neuromusculares (do neurônio motor. da placa motora e do músculo propriamente dito – miopatias). O fisioterapeuta neurofuncional tem a responsabilidade de avaliar o paciente, dar o diagnóstico cinético funcional, prescrever o tratamento e realizá-lo.

No caso específico da esclerose múltipla, de acordo com a fisioterapeuta Camila Caso, a fisioterapia neurofuncional ajuda a prevenir e reabilitar as partes afetadas pela doença, melhorando a qualidade de vida do paciente. Ela atua no tratamento para minimizar os sintomas, ajudando-o nas suas atividades de vida diária.

“É preciso dizer que a fisioterapia não evita que os sintomas da doença apareçam, mas é muito importante e eficaz na fase inicial para evitar maiores encurtamentos musculares, dores, ajudar no fortalecimento muscular e nas atividades diárias simples”, alerta.

Podem se beneficiar dos serviços do fisioterapeuta neurofuncional pessoas que apresentam os seguintes sintomas:

– Tonteiras e/ou zumbidos;
– Perda de equilíbrio e quedas;
– Dificuldades para caminhar ou para se mover durante as atividades do seu dia-a-dia;
– Dificuldades para movimentar alguma parte do seu corpo que não seja em decorrência de algum        trauma ou doença nos músculos e/ou ossos;
– Alterações na sensibilidade de alguma região corporal.

“As síndromes resultantes dos danos ao sistema nervoso diferem entre si dependendo da região atingida. As disfunções motoras e sensoriais decorrentes de dano neurológico interferem qualitativamente e quantitativamente no desempenho das atividades de vida diária, laborais e de lazer. Por isso, o conselho que eu dou, é para que as pessoas procurem ajuda de um neurologista o quanto antes para que os sintomas sejam tratados e assim possam ter uma melhor qualidade de vida”, finaliza Camila Caso.

Dores

A dor é o sintoma mais comum na maioria das doenças, incluindo as que envolvem o sistema nervoso. Muitas pessoas acreditam que a dor seja apenas o resultado de lesões, doenças e patologias. Entretanto, há profissionais que chamam a atenção para os múltiplos fatores biopsicossociais da dor que contribuem para a sua duração e manutenção, como por exemplo: espasticidade, rigidez, imobilismo, fadiga (biológicos); ansiedade, depressão, comportamentos de medo; isolamento social, dos amigos e da família, afastamento do trabalho, das atividades regulares e prazerosas (sociais); e outros fatores como crenças, mitos ou equívocos sobre a dor e expectativas irreais as quais dificultam a adesão ao tratamento.

O diretor executivo da Astir, SGT PM Alan Mota ratifica que os profissionais fisioterapeutas da Astir são altamente treinados e capacitados e atuam em várias áreas dessa importante especialidade de saúde. “Mantemos fisioterapeuta de sobre aviso nos finais de semana e feriados, 24 horas, de acordo com escala, caso o médico plantonista requisitar o apoio deste profissional, a enfermeira chefe entrará em contato com o mesmo, ou seja, nosso associado não fica sem atendimento do especialista, disse Alan.

Fontes: Soraia Ribeiro/ http://www.rpgsouchard.com.br/para-os-pacientes/tratamento-com-fisioterapia-rpg/ http://universidadebrasil.edu.br/portal/a-fisioterapia-nas-doencas-respiratorias/ http://fisioterapia.com/fisioterapia-neurofuncional-e-seus-beneficios/

Pesquisa, resumo, distribuição, adaptação e parte do texto: Jornalista Wilson Souza DRT/RO 1705 MTPS
Formatação e publicação: Stanley Monteiro
Legenda foto: SGT PM Alan Mota – Foto Jornalista Wilson Souza
Imagem: Meramente ilustrativas (Google)