Estomatologia: o que é e quais doenças bucais ela trata? Cirurgiõ-dentista da Astir explica

De acordo com o cirugião-dentista, clinico geral, G. Júnior, a Estomatologia é uma especialidade da Odontologia que tem como finalidade prevenir, diagnosticar e tratar as doenças que se manifestam na cavidade da boca e no complexo maxilo-mandibular.

Cirurgião-dentista clínico geral G. Júnior

Também é atribuição do estomatologista estar atento para o diagnóstico, e o devido encaminhamento ao médico, de doenças sistêmicas que possam apresentar manifestação na boca ou que possam exercer alguma influência ou interação negativa com o tratamento odontológico.

IMAGENS DE PATOLOGIAS NÃO SERÃO INSERIDAS NESTA PUBLICAÇÃO, POIS PODEM CAUSAR SENSIBILIDADE EM ALGUMAS PESSOAS. APENAS O PROFISSIONAL DENTISTA SABERÁ DIAGNOSTICAR O PACIENTE.

O dentista especialista em estomatologia é um profissional que previne, diagnostica e trata as enfermidades relacionadas com a boca (e todo aparelho estomatognático). O aparelho estomatognático é constituído pelos lábios, dentes, mucosa oral, glândulas salivarestonsilaspalatinas e faringeas e demais estruturas da orofaringe.

A Estomatologia é a especialidade que tem como objetivo a prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças da boca e estruturas anexas, manifestações bucais de doenças sistêmicas, bem como prevenção de doenças sistêmicas que possam interferir no tratamento odontológico. Diferentemente do que se pensa, o Estomatologista, apesar de sua formação em Odontologia, não trata de dentes apenas.

São diversas estruturas que compõem a boca e as doenças que podem acometê-las são inúmeras. Este profissional está capacitado para detectar o câncer de boca em estágio inicial, bem como acompanhar pacientes em tratamentos oncológicos minimizando os efeitos adversos do tratamento radioterápico e quimioterápico.

Além disso, o Estomatologista também diagnostica e trata doenças bucais de origens viral, bacteriana, fúngica, imunológica e, muitas vezes é capaz também de fazer o diagnóstico de doenças sistêmicas, doenças sexualmente transmissíveis e doenças dermatológicas que possuem manifestação bucal

Em estomatologia, a prevenção da saúde pode ser conseguida através de ações educativas tentando-se mudar valores e comportamento do paciente.

Assim, a orientação ao paciente quanto aos malefícios do fumo, álcool, exposição excessiva ao sol, da importância de uma boa higiene e saúde bucal, da integridade dos elementos dentais e aparelhos protéticos, os benefícios da alimentação balanceada, orientações quanto a importância e técnica de auto-exame são alguns exemplos que se levados a sério podem evitar o aparecimento de inúmeras doença. Clique aqui e saiba mais sobre autoexame da boca.

Para viabilizar-se o diagnóstico precoce é necessário algum esforço do profissional no sentido de criar oportunidades para esse objetivo. Em outras palavras, o profissional, principalmente o estomatologista, ao abordar o seu paciente deve preocupar-se inicialmente em constatar a normalidade, e diante de qualquer alteração programar a metodologia clínica necessária para o diagnóstico.

Desta forma ele estará criando oportunidades para que uma das metas mais importantes na área da saúde seja atingida – o diagnóstico precoce – o que determinará ações terapêuticas mais eficientes e com um menor custo.

A evolução dos conhecimentos da patologia associada aos avanços da clínica fez da estomatologia uma disciplina que interage com todas os outras especialidades odontológicas e também com algumas áreas da medicina que entendem que a boca faz parte da saúde geral do indivíduo.

O estomatologista está apto a diagnosticar lesões dentro e fora da cavidade bucal, podendo tratá-las ou encaminhá-las ao profissional responsável.

Quais são as lesões diagnosticadas e tratadas pela Estomatologia?

Dentre as lesões mais comuns estão as hiperplasias, as aftas, as lesões de herpes e dentre as mais graves encontram-se o carcinoma ou câncer oral.

O câncer de boca é uma lesão grave que possui tratamento e cura, desde que seja diagnosticado precocemente. Além disso, o Especialista nesta área pode diagnosticar outras doenças através das manifestações bucais, como por exemplo, a “língua lisa” na anemia ou diabetes, manchas arroxeadas ou avermelhadas, decorrentes muitas vezes da AIDS.

Este profissional também trata as lesões decorrentes da quimio e/ ou radioterapia, aplicada em pacientes em tratamento de vários tipos de câncer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *