ASTIR - Associação dos Policiais Militares e Bombeiros Militares do Estado de Rondônia Diretoria de Apoio Administrativa e Logística da Polícia Militar de Rondônia tem novo diretor
Home / Notícias / Noticias PM/BM / Diretoria de Apoio Administrativa e Logística da Polícia Militar de Rondônia tem novo diretor

Diretoria de Apoio Administrativa e Logística da Polícia Militar de Rondônia tem novo diretor

FOTO_1

A Diretoria de Apoio Administrativo e Logístico da Polícia Militar (DAAL) tem novo comandante a partir desta sexta-feira (21). Durante solenidade realizada pela manhã, no pátio do quartel do comando da PM, o coronel Nilton Kisner, comandante geral da corporação, deu posse ao tenente coronel Lisboa, que a partir desta data ficará à frente da DAAL.

Durante pronunciamento, o comandante Geral da Polícia Militar de Rondônia, coronel Nilton Kisner, agradeceu a toda a equipe da DAAL “por receber esta missão espinhosa”, referindo-se à autonomia financeira para toda a reestruturação da corporação.

FOTO_2

Esse elogio, na visão do comandante, se faz na figura do coronel Ângelo que foi o responsável por essa empreitada e contou com uma equipe a altura. A equipe está envolvida no processo e comprometida com o resultado. Nesse processo, o tenente coronel Lisboa, assume hoje, a parte da DAAL e o tenente coronel Charlon passa a ser o diretor de orçamentos e finanças.

“A nova estrutura da Polícia Militar passa a ter a parte de Administração, Logística e de Orçamentos e Finanças. “É um projeto antigo e que a partir desta data, começaremos a reestruturar o trabalho e o andamento do orçamento financeiro”, disse o coronel, que também parabenizou o coronel Ângelo pelo trabalho realizado e que a partir da semana que vem estará assumindo o CRP-II (Coordenadoria Regional de Policiamento II), na cidade de Ji-Paraná. E ao tenente coronel Lisboa e ao tenente coronel Charlon, nossa credibilidade à toda a equipe que compõe a DAAL e que é muito disciplinada.

A tomar posse da DAAL, o tenente coronel Lisboa foi bastante elogiado pelo comandante geral, Nilton Kisner, pelo trabalho que vinha realizando até então na chefia do centro de informática. Segundo o comandante, Lisboa é um profissional competente e dedicado. Por essa razão realizará um trabalho a altura na DAAL.

FOTO_6

Histórico

O tenente coronel PM Lisboa assumiu o CINFO/PM em meados de março (2015), e em curto espaço de tempo venceu obstáculos no sentido de melhorar os equipamentos disponíveis, bem como aprimorar os programas que auxiliam os diversos setores da corporação.

Ainda, segundo o coronel Kisner, com coragem e dedicação à causa policial, Lisboa fez gestão junto ao setor de informática da Sesdec para melhorar o acesso à internet pelas unidades operacionais e administrativas da Polícia Militar, na capital e no interior, ação que recebeu o apoio do comando geral. O coronel Ângelo, que deixou o cargo, passou pela diretoria da DAAL duas vezes (a primeira anos 2000).

“Nosso regresso à DAAL foi em setembro de 2013, a convite do coronel Cézar, para preparar a implantação da semiautonomia da polícia que já estava fora do nosso controle há 13 anos”, disse o coronel Ângelo.

Em dois anos de atividades, foram implantadas todas as atividades orçamentarias e financeiras que receberam a equipe de não militares para somar com a equipe da polícia, o que tornou a situação favorável para o crescimento e modernização do sistema administrativo e financeiro.

Ainda segundo o coronel Ângelo, no ano de 2000, quando foi criada a lei 224/00 a PM perdeu autonomia e tudo passou a ser gerido pela Secretaria de Segurança Pública do Estado. Nesses 13 anos, ainda de acordo com o coronel, “sentimos estas dificuldades, porque perdemos muito tempo para resolver nossas demandas”, disse.

A Vantagem de se ter autonomia é que o comandante geral da Polícia Militar tem o poder de decidir, juntamente com o secretário de segurança pública, todas as necessidades internas do comando geral.

FOTO_7

Atribuições

A DAAL – Diretoria de Apoio Administrativo e Logístico – cuida de toda parte orçamentária e financeira. Compras e aquisições, juntamente com o fundo da polícia militar, são geridos pela diretoria. Despesas continuadas: água, luz e telefone; todos os processos de aquisição que passam pela corporação, nascem na Diretoria de Apoio Administrativo e logístico.

A parte de manutenção das viaturas é consorciada. O Trabalho é compartilhado com à Sesdec. Isso inclui manutenção de veículos. O setor de combustível, diárias, todas as máquinas de funcionamento do comando, passa pela DAAL, a autonomia diminui a burocracia, tal que os problemas apresentados, são solucionados mais rápidos.

FOTO_3

“No nosso entendimento, precisamos desonerar a secretaria de Segurança Pública de atividades corriqueiras, comuns às corporações”. Sendo assim, a secretaria tem mais condições para pensar outras estratégias que vão nos beneficiar no futuro, disse o coronel Ângelo.

REPORTAGEM: VALDIR ALVES

FOTOS: SOLDADO PM GLEISON SIMPLÍCIO

Fonte: www.pm.ro.gov.br