DICA DE SAÚDE – Preferência mundial, macarrão pode causar diabetes

Não há comida que supere a preferência mundial pelo macarrão. Pesquisa da organização internacional Oxfam, realizada em 17 países, inclusive no Brasil, mostrou que massa é a iguaria favorita em mais da metade deles. Entretanto, especialistas alertam: embora seja uma fonte de energia para atividades físicas, macarrão em excesso pode causar diabetes, aumento de colesterol e triglicérides e, claro, engordar.

No Brasil, os três pratos favoritos escolhidos pela população foram lasanha, arroz e massa, de acordo com o estudo. Segundo José Alexandre Portinho, integrante da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran), todos são alimentos ricos em carboidratos e, por isso, muito energéticos. “Este nutriente, consumido em grande quantidade, e sem ser gasto pelo organismo, pode elevar a quantidade de açúcar no sangue e causar, entre outras coisas, diabetes”, afirma José Alexandre.

O ideal é consumir a massa aliada a outros alimentos. Fibras e proteínas, por exemplo, ajudam o macarrão a ser digerido de uma forma saudável. “O carboidrato puro é absorvido pelo organismo muito rapidamente. Misturado a outros nutrientes, faz o processo ficar mais lento”, explica Portinho.

A forma de preparo também é importante. Deixar a massa cozinhar demais facilita a transformação do carboidrato em glicose, ou seja, a pessoa ingere mais açúcar e fica mais vulnerável às conseqüências do exagero. Já os molhos podem ser grandes vilões se a idéia é fazer um macarrão bom para a saúde.

“Molhos prontos contêm muita gordura, sal e conservantes, que podem levar a doenças como hipertensão, problemas cardíacos, enfarte, derrame, aumento de colesterol e triglicérides. O ideal é usar alho, cebola, tomate e condimentos naturais, mais saudáveis”, recomenda Portinho. “Comer um macarrão bem preparado de duas a três vezes por semana não faz mal. Basta que o prato seja balanceado com outros tipos de alimento”, conclui.

Recomendações 
Idade 
Quanto mais jovem a pessoa é, melhor a digestão da massa. Já o idoso deve consumir com menos freqüência o prato, pois não tem a mesma capacidade de absorção do carboidrato.

Horário 
O ideal é comer durante o dia, pois à noite o metabolismo é mais lento e a energia não é gasta. É só transformada em gordura e estocada no corpo.

Atividade física 
Para quem faz exercícios físicos é recomendável comer massa para ter energia para a atividade. Sedentários podem comer, porém com restrições.

O presidente do Conselho Administrativo da Astir, SGT PM RR Fábio Macedo informa os associados que no ambulatório, profissionais de saúde como médicos Clinico Geral, Endocrinologista e nutricionistas estão a disposição para consultas e orientações corretas. “De acordo com os médicos não tome medicamentos por conta própria ou indicação, pode ser perigoso para sua saúde”, finalizou Seibert

Fonte: https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/saude/nutricao/preferencia-mundial-macarrao-pode-causar-diabetes,11383f04c2f27310VgnCLD100000bbcceb0aRCRD.html/ SGT PM RR Fábio Macedo Presidente do CONSAD/ASTIR

Texto: Site da fonte e Jornalista Wilson Souza (fala do presidente).
Foto: Jornalista Wilson Souza
Imagem: Meramente ilustrativa (Google)
Formatação e publicação: Stanley Monteiro

Não considere quaisquer informações apresentadas nesta apresentação como aconselhamento médico, diagnóstico ou afirmação da Astir. Você deve sempre consultar o seu médico ou profissional de saúde qualificado e especializado, antes de seguir qualquer TIPO DE ACONSELHAMENTO ou SE AUTOMEDICAR baseado nessas dicas. A Astir, não se responsabiliza pelo conteúdo do texto da fonte. (Nota da assessoria de imprensa)

Esta notícia foi visualizada 115 vezes