ASTIR - Associação dos Policiais Militares e Bombeiros Militares do Estado de Rondônia DICA DE SAÚDE – Aprenda a curar uma ferida infeccionada corretamente, dicas de beleza informa!
Home / Notícias / Dicas de Saúde / DICA DE SAÚDE – Aprenda a curar uma ferida infeccionada corretamente, dicas de beleza informa!

DICA DE SAÚDE – Aprenda a curar uma ferida infeccionada corretamente, dicas de beleza informa!

infeccionada corretamente,  informa!

Qualquer ferida pode vir a ser infectada, ou seja, as feridas podem causar infecções, por isso é necessário aplicar os cuidados adequados e evitar que aconteça algo mais grave.

Todos nós sofremos algumas feridas ao longo de nossa vida, principalmente na infância, quando corremos de um lado para outro, não conseguindo evitar os tombos, e conseqüentemente as feridas na pele. É claro que cada uma delas apresenta maior ou menor risco, no entanto, há possibilidades de acontecer uma infecção, por não oferecermos o cuidado adequado.

Se uma ferida está infeccionada, não causará danos apenas no local infectado, também é possível que se estenda para a pele que fica ao redor, causando complicações futuras. Se você quiser saber mais como cuidar e como curar uma ferida infectada com êxito, recomendamos que você continue a ler este artigo.

Como cuidar de uma ferida?

Se você já fez uma ferida, seja por corte, ferimento ou queimadura, é muito importante que você siga os seguintes passos:

  • Observar a ferida com cuidado, desta forma você saberá o nível de gravidade que ela tem.
  • Lavar a ferida com água morna e sabão neutropara remover qualquer sujeira que possa ter. Se a água não é capaz de eliminar todos os resíduos dentro da ferida, será necessário utilizar uma pinça.
  • Evite qualquer infecção usando cremes de aplicação tópica pelo menos por um dia.
  • Cubra a ferida com uma gaseou curativo, por exemplo, um band-aid, desta forma, você pode mantê-la limpa e sem risco de infecções.
  • Mantenha sob observação da ferida enquanto evolui para se certificar de que não está infeccionando.

Como saber que a ferida está melhorando adequadamente?

Para determinar que não foi infeccionado o local ferido, você só deve estar atento para os 5 quesitos a seguir:

  1. Observe se a cor escura está começando a clarear com o tempo.
  2. A temperatura da pele.
  3. Você não deve sentir dor no local.
  4. Veja se não há sinais de inflamação.
  5. Observe o aspecto de cicatrização.

Como saber se a ferida está infeccionada?

Se você em dúvida se a ferida está infeccionada, é bom estar atento a alguns aspectos como febre local ou geral, acompanhada por vermelhidão contínua da área, inflamação nas bordas e sensibilidade.

dor persistente depois de vários dias, mesmo com movimentos bastante suaves, a presença de secreção ou pus e não existindo sinais de cicatrização pode ser preocupante e é sinal de que a sua ferida está evoluída negativamente e precisa de mais atenção e cuidados.

Alem de dor e latejar a área ferida, você pode também observar odor e aspecto de brilho e inchaço. Com estes sinais podemos estar seguros de que a área está contaminada por alguma bactéria, e devemos tratá-lo com muito cuidado, antes que seja ainda mais grave.

Como curar uma ferida infeccionada?

Limpar a ferida infeccionada é a primeira coisa que devemos fazer. Para isto, temos que:

  • Lavar a ferida com soro fisiológicoe sabão neutro. Estes se encarregarão de desinfetar a ferida e regular o ph da área.
  • Secar com gaze estéril, e evitar assim qualquer bactéria que possa encontrar-se na toalha ou guardanapo.
  • Quando você fizer isso, certifique-se de retirar toda a secreção ou sujeita que se encontre no ferimento e deixe a área totalmente limpa.

2 – O antibiótico (A classe de medicamentos – Antibióticos são controlados e só podem ser comprados com receituário médico. Você não deve praticar automedicação.

Depois de ter secado a ferida infectada, você deve procurar uma pomada antibiótica, e aplicar sobre a zona afetada com um cotonete, evitando a contaminação da pomada. Este procedimento deve ser feito de 2 a 3 vezes por dia, lavando a ferida todas as vezes antes de aplicar a pomada.

Este processo deve durar, pelo menos, 5 dias. Assim, você pode certificar-se de eliminar por completo a infecção e acelerar o processo de cura.

3 – Proteger a ferida

Você precisará proteger a ferida com um curativo, para evitar a contaminação ou infecção nova na área. Para isso recomendamos gazes estéreis, já que não corre risco de contágio de bactérias dentro destas.

4 – Manter a ferida supervisionada

É de vital importância manter a ferida supervisionada e monitorar sua evolução. Em caso de não observar nenhuma melhora, é necessário consultar o seu médico de confiança. Este se encarrega de medir o grau de infecção e receitar os medicamentos necessários para a sua recuperação.

O diretor executivo da Astir, AL SGT PM Alan Mota orienta os associados que em caso de lesões (cortes), os mesmos devem comparecer ao Serviço de Pronto Atendimento que funciona 24 horas, 7 dias por semana, com médico, equipe de enfermagem, sala própria para curativos com materiais descartáveis, sendo que o profissional médico poderá receitar medicamentos para o paciente tomar no próprio SPA. “Alerto a todos a não se automedicarem, principalmente com antibióticos, antiinflamatórios e pomadas para feridas, pois podem retardar a cura e ainda colocar em risco sua saúde, esta é a recomendação do Ministério da Saúde, finalizou Alan.

Fonte: https://dicasdebeleza.eco.br/aprenda-a-curar-uma-ferida-infectada-corretamente/ Imagens meramente ilustrativas (site da fonte)

Texto: https://dicasdebeleza.eco.br/aprenda-a-curar-uma-ferida-infectada-corretamente/ / Jornalista Wilson Souza

Formatação e publicação: Stanley Monteiro

Não considere quaisquer informações apresentadas nesta apresentação como aconselhamento médico, diagnóstico ou afirmação da Astir. Você deve sempre consultar o seu médico ou profissional de saúde qualificado e especializado, antes de seguir qualquer TIPO DE ACONSELHAMENTO ou SE AUTOMEDICAR baseado nessas dicas. A Astir, não se responsabiliza pelo conteúdo do texto da fonte. (Nota da assessoria de imprensa)