ASTIR - Associação dos Policiais Militares e Bombeiros Militares do Estado de Rondônia DICA DE SAÚDE – 5 benefícios da granola e como prepará-la com mais sabor e saúde
Home / Notícias / Dicas de Saúde / DICA DE SAÚDE – 5 benefícios da granola e como prepará-la com mais sabor e saúde

DICA DE SAÚDE – 5 benefícios da granola e como prepará-la com mais sabor e saúde

Fonte de fibras, ela pode ser uma ótima aliada no processo de emagrecimento se consumida de forma adequada.

Imagem – Site da fonte

Quem nunca se rendeu ao sabor agradável e à textura crocante da granola?! Em cima de frutas, iogurte ou até mesmo como ingrediente das mais variadas receitas, esse mix de alimentos faz muito sucesso na mesa dos brasileiros.

Michelle Mileto Troitinho, nutricionista do Kurotel – Centro Médico de Longevidade e SPA de Gramado, comenta que a granola é normalmente composta por cereais como a aveia, flocos de milho, sementes (linhaça, chia, gergelim), oleaginosas (castanhas, amêndoas, noz), frutas secas (damasco, ameixa preta, passas de uva, maçã), e pode conter ou não açúcares e glúten. “Possui textura crocante e sabor adocicado, sendo uma ótima fonte de fibras, que são essenciais para o funcionamento do intestino, controle do colesterol e da glicemia”, diz.

Porém, apesar de ter fama de saudável, muitas granolas que são encontradas à venda hoje não são aliadas do emagrecimento e nem da saúde como um todo! Isso porque, quando você compra uma granola industrializada, está sujeita à excessiva quantidade de açúcar e outros ingredientes prejudiciais que o fabricante pode ter colocado, sem deixar de lado o apelo de “alimento saudável”.

Neste contexto, como fazer uma boa escolha? Como escolher uma granola que realmente seja benéfica à saúde?

De acordo com Mariéllen Emidio Figueroa, também nutricionista do Kurotel, a melhor dica para saber escolher uma granola saudável é ler o rótulo para ver quais ingredientes ela contém e, assim, evitar a compra de uma granola cheia de açúcares ou com alto teor de sódio, ou ainda, pobre em fibras. “Se algum açúcar ou cereal que não seja integral esteja em primeiro lugar na lista de ingredientes, o ideal é escolher outra opção, pois os ingredientes são listados por ordem decrescente de quantidade”, explica Mariéllen.

“Outra dica é olhar a tabela nutricional e, antes de verificar as calorias e a quantidade de sódio, é importante ver a quantidade de fibra alimentar por porção. A quantidade ideal de fibra alimentar para uma granola deve ser ≥ 3g por porção. Quanto mais fibra alimentar, maiores serão os benefícios da granola para o organismo. Mas, vale lembrar que quanto mais fibra, mais calorias. Então, é necessário comer com moderação e na quantidade certa”, acrescenta.

  1. Energia e vitalidade:a granola contém vitaminas A, B1, B2, B3, B6 e E, além de minerais zinco, selênio, cromo, manganês, micronutrientes que fornecem ao organismo mais energia e vitalidade para retardar o envelhecimento e combater os radicais livres.
  2. Maior imunidade e proteção contra doenças:Michelle lembra que a granola é fonte de fibras solúveis e insolúveis, que são os substratos energéticos para as bactérias benéficas que vivem na micro biota intestinal, melhorando assim a imunidade e protegendo o organismo contra doenças.
  3. Bom funcionamento intestinal:a nutricionista Michelle destaca que as fibras também contribuem para aumentar o bolo fecal no intestino, estimulando o seu funcionamento adequado e melhorando os sintomas de prisão de ventre.
  4. Redução do colesterol ruim:Michelle explica que a presença de ácido graxo insaturados fornecido pelas oleaginosas e sementes presentes na granola, beneficia o organismo na redução do LDL- colesterol.
  5. Aliada no emagrecimento:a granola atua no metabolismo dos carboidratos (absorção é mais lenta) e aumenta a sensação da saciedade, podendo, assim, contribuir para o processo de emagrecimento quando consumida dentro de uma dieta equilibrada.

Fonte: https://www.dicasdemulher.com.br/os-beneficios-da-granola/
Transcrição: Jornalista Wilson Souza
Imagem: Site da fonte

Não considere quaisquer informações apresentadas nesta apresentação como aconselhamento médico ou diagnóstico. Você deve sempre consultar o médico que é o profissional de saúde qualificado e especializado, antes de seguir qualquer TIPO DE ACONSELHAMENTO OU SE AUTOMEDICAR baseado nessas dicas. A Astir, não se responsabiliza pelo conteúdo do texto da fonte. (Nota da assessoria de imprensa)