Alunos da Escola Duque de Caxias em Porto Velho são atendidos pelo Proerd

Alunos do 5º ano da Escola Estadual de Ensino Fundamental Duque de Caxias receberam o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) com sala cheia na manhã de quinta-feira (5). Na Escola Duque, 78 alunos estão matriculados no programa e seus pais também participam, informou o diretor Alex Rodrigues.

Segundo Rodrigues, a presença do Proerd na escola e a localização do original do documento de sua criação merecem comemoração. E foi nesse clima que ocorreu a palestra desta semana. A Escola Duque foi inaugurada como grupo escolar, em 1947, durante o governo Joaquim Araújo Lima.

Relatos do historiador Abnael Machado de Lima, falecido em cinco de julho deste ano, mostram a importância desse estabelecimento: “(…) Em janeiro de 1948, a senhora Laudímia Trotta* instalou o curso normal, assumindo cumulativamente a sua direção, porém, quem o dirigia de fato era a sua assessora, professora Marise Castiel, passando a responder oficialmente a partir de nove de junho de 1948. As 1ª e 2ª séries inicialmente funcionaram num pavilhão anexo ao Grupo Escolar Duque de Caxias”.

No primeiro semestre deste ano, o programa atendeu mais de quatro mil alunos das redes de ensino estadual e municipal na capital e no interior do estado, com palestras e atendimentos para aproximadamente 270 mil alunos.

“Estamos presentes em 32 municípios, onde trabalham 50 instrutores habilitados para levar as crianças a tomar decisões responsáveis em todos os sentidos da vida”, disse o coordenador, sargento Cleiton Gomes.

Policiais militares fardados promovem dez encontros, um por semana. Durante as conversas, ouvem as crianças, identificam possíveis inquietudes, dialogando com elas, os pais ou parentes delas, e a direção da escola. No final do aprendizado, realiza-se a solenidade de formatura, que é o coroamento do programa.

O atual coordenador estadual do Proerd é o tenente José Dias Neto, responsável pelo atendimento estadual. O sargento Cleiton coordena o trabalho no município de Porto Velho, cabendo ao major Marcelo Vitor Duarte responder pelas atividades sociais que também se estendem ao JCC (Jovens Construindo a Cidadania), a Polícia Mirim, Projeto Maria da Penha e Mediação de Conflitos.

Hoje, na Escola Duque, o sargento Cleiton projetou para o segundo semestre de 2019 o atendimento a cinco mil alunos em todo o estado, incluindo o distrito de Jacy-Paraná (município de Porto Velho).

“Chegamos recentemente ao distrito Bandeira Branca, em Presidente Médici (na BR-364), estamos presentes em Guajará-Mirim, e logo que estivermos em condições chegaremos ao município de Costa Marques, ambos situados na fronteira Brasil-Bolívia”, ele informou.

Segundo o coordenador, o governador, coronel Marcos Rocha, determinou ao comandante da PM, coronel Ronaldo Flores, alcançar 100% no atendimento do Proerd.

Essa melhoria chegará com o funcionamento de novos cursos para a formação de instrutores e o fornecimento do kit Proerd, com livro, camiseta, notebook, projetor, caixa de som e certificado.

Texto: Montezuma Cruz (Secom)
Fotos: Daniel Garcia

Desfile de 7 de Setembro destacou um pouco da história de cada Unidade da Polícia Militar de Rondônia

O desfile militar em comemoração à Independência do Brasil foi marcado por grandes exemplos de patriotismo pelas milhares de pessoas que compareceram ao evento realizado no último sábado, 7. A Polícia Militar do Estado de Rondônia novamente levantou todos das arquibancadas com um desfile que entrará para a história da Corporação. O comandante-geral da PM, coronel PM Mauro Ronaldo Flôres Corrêa, fez questão de comandar a tropa durante todo o percurso, dando exemplo de respeito e liderança, refletindo positivamente entre os policiais militares. Vejam um pouco do histórico de cada Unidade Operacional que desfilou no 7 de Setembro, em Porto Velho.

BANDA DE MÚSICA DA POLÍCIA MILITAR

ATRAVÉS DO DECRETO N° 19 DO DIA 13 DE SETEMBRO 1944, PELO GOVERNADOR ALUÍZIO FERREIRA, HÁ 73 ANOS, A BANDA DE MÚSICA DA POLÍCIA MILITAR DE RONDÔNIA, ORIGINALMENTE PELO NOME DE BANDA DE MÚSICA DA GUARDA TERRITORIAL, FOI CRIADA COM O OBJETIVO DE ABRILHANTAR AS FORMATURAS DA CORPORAÇÃO (GT), E NESTA OPORTUNIDADE TAMBÉM FEZ APRESENTAÇÕES DE MÚSICAS POPULARES DA ÉPOCA (MARCHINHAS), TORNANDO-SE CONHECIDA COMO “A FURIOSA” PELAS APRESENTAÇÕES MUSICAIS REALIZADAS NA PRAÇA ALUÍZIO FERREIRA NO DECORRER DOS ANOS.

POR MEIO DO DECRETO N° az864 DE 9 DE SETEMBRO DE 1977, A GUARDA TERRITORIAL FOI EXTINTA, SENDO ENTÃO INCORPORADA À POLÍCIA MILITAR TODO O SEU ACERVO PATRIMONIAL E RECURSOS HUMANOS, INCLUINDO OORGANISMO MUSICAL, QUE PROSSEGUIU COM O SEU PAPEL DE CULTURA MUSICAL.

1º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR

A POLÍCIA MILITAR DE RONDÔNIA PASSOU A EXISTIR EM 02 DE JULHO DE 1976, COM UMA ESTRUTURA PROVISÓRIA, ESPERANDO SUA REGULAMENTAÇÃO. O EFETIVO DA GUARDA TERRITORIAL FOI PASSADO À PMRO NA SITUAÇÃO DE ADIDO, ATÉ A REALIZAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO, PARA DEFINIR AQUELES QUE PODERIAM INGRESSAR NOS QUADROS DA NOVA CORPORAÇÃO, QUANDO FOSSE REGULAMENTADA (GRAVI; ASCENÇO, 2012).

EM RAZÃO DISSO, FOI CRIADA A COMPANHIA DE POLICIA MILITAR, ATRAVÉS DO B.I. N° 004 DE 02 DE JULHO DE 1976, TENDO COMO SEU COMANDANTE, O 2° TEN PM SARKIS (ÚLTIMO COMANDANTE DA GUARDA TERRITORIAL). EM 12 DE JANEIRO 1977 NO COMANDO DO 2° TEN PM SÉRGIO ZIMMERMAM, PASSOU A SER DENOMINADA 1ª COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR, OCUPOU AS MESMAS INSTALAÇÕES DO QUARTEL DA GUARDA TERRITORIAL, TEVE COMO RESPONSABILIDADE TERRITORIAL O POLICIAMENTO DA CAPITAL E INTERIOR DO TERRITÓRIO FEDERAL DE RONDÔNIA. SITUAÇÃO QUE SE ESTENDEU ATÉ A ATIVAÇÃO DA 2ª CIA PM (GRAVI; ASCENÇO, 2012).

COM O EFETIVO DA 1ª CIA PM, EM 19 DE JANEIRO 1983, FOI ATIVADO O 1° BATALHÃO DE POLICIA MILITAR, CRIADO PELO DECRETO N° 717, DE 07 DE DEZEMBRO DE 1982, COM ATRIBUIÇÕES SOBRE TODO O TERRITÓRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA; SEU PRIMEIRO COMANDANTE FOI O CAP PM JOÃO MARIA SOBRAL DE CARVALHO. APESAR DO 1° BPM OCUPAR OUTRAS INSTALAÇÕES NAS DÉCADAS DE 1980 E 1990 NA ATUALIDADE OCUPA O MESMO PRÉDIO HISTÓRICO PERTENCENTE A EXTINTA GUARDA TERRITORIAL NA RUA MAJOR AMARANTES, N° 571, BAIRRO ARIGOLÂNDIA.

A DENOMINAÇÃO HISTÓRICA FOI INSTITUÍDA EM 19 DE FEVEREIRO DE 1993, SOB O COMANDO DO CEL PM ROBERTO FRANCO DA SILVA, EM HOMENAGEM AO MARECHAL CÂNDIDO MARIANO RONDON, MILITAR, DESCENDENTE DE ÍNDIOS, SERTANISTA E GEÓGRAFO.

A PORTARIA N° 331/SSLEG/PM/96 ASSINADO PELO COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE RONDÔNIA, O CEL PM CLÁUDIO PEREIRA RAMOS FILHO, CRIOU O BRASÃO DO 1º BPM, ONDE É HOMENAGEADO NOVAMENTE O MARECHAL CÂNDIDO RONDON (CECOMS, 2005).

DURANTE SUA EXISTÊNCIA VEM CONTRIBUINDO COM A PROPAGAÇÃO DA CULTURA MUSICAL NA SOCIEDADE RONDONIENSE COM SUAS ATIVIDADES MUSICAIS DE DIVERSAS FORMAS, COMO: APRESENTAÇÕES MUSICAIS; INSTRUÇÃO DE MÚSICA PARA CRIANÇAS ATRAVÉS DO PROJETO DÓ RÉ MILITAR; PARTICIPANDO EM SOLENIDADES CÍVICAS EM TODAS AS ESFERAS GOVERNAMENTAIS;

PARTICIPOU DO ANIVERSÁRIO DA REPÚBLICA BOLIVIANA E DA CERIMÔNIA DE DERRUBADA DA ULTIMA ÁRVORE DA BR-364, NO MUNICÍPIO DE VILHENA, ONDE O PRESIDENTE JUSCELINO KUBITSCHEK ESTEVE PRESENTE, SOLENIDADES CÍVICAS NAS DIVERSAS PREFEITURAS MUNICIPAIS DO ESTADO DE RONDÔNIA; ÓRGÃOS DO GOVERNO ESTADUAL, ESCOLAS MUNICIPAIS E ESTADUAIS EM PORTO VELHO, UNIR – UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA; ORGANIZAÇÕES FEDERAIS DE TODOS OS TIPOS.

RECENTEMENTE FOI DECLARADA COMO PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL DO ESTADO DE RONDÔNIA PELA LEIN° 4.293 DE 5 DE JUNHO DE 2018, SENDO INTEGRANTE AO PATRIMÔNIO CULTURAL DO ESTADO DE RONDÔNIA EM SEU ARTIGO 1°.

AS CANÇÕES QUE TOCAM E AS PALAVRAS QUE AS ACOMPANHAM PODEM PARECER MUITO AFASTADAS DO

HEROÍSMO OU DA DEVOÇÃO, MAS O SEU PODER MÁGICO E ESTIMULANTE PODE LEVAR A ALMA DOS HOMENS A COMPREENDER CERTAS VERDADES DE QUE SUAS MENTES DUVIDARIAM. MAIS DO QUE ISTO, NINGUÉM PODE DIZER AO CERTO ONDE VIVE A ALMA DO BATALHÃO, MAS A EXPRESSÃO DESSA ALMA É, NA MAIORIA DAS VEZES ENCONTRADA NA BANDA.

5º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR

GUIADO PELO TRINÔMIO “SEGURANÇA, PROFISSIONALISMO E EFICIÊNCIA”, O 5º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE RONDÔNIA, FOI CRIADO NO DIA 14 DE OUTUBRO DE 1993. É COMANDADO PELO MAJOR PM GLAUBER ILTON DE SOUSA SOUTO.

O 5º BPM INICIALMENTE FOI INSTALADO EM UMA EDIFICAÇÃO NA BR 364, ONDE PERMANECEU ATÉ O ANO DE 2017. ATUALMENTE O 5º BPM ESTÁ INSTALADO NA UNISP LESTE, SITUADA NA AVENIDA AMAZONAS COM JOSÉ AMADOR DOS REIS, BAIRRO ESCOLA DE POLÍCIA.

A ÁREA DE ATUAÇÃO DO 5º BPM, É DIVIDA EM 08 SETORES E 27 BAIRROS, BEM COMO ATENDE AS SEGUINTES LOCALIDADES: CANDEIAS, TRIUNFO E ITAPUÃ D’ OESTE.

PARA O ATENDENDO À POPULAÇÃO DA ZONA LESTE, O 5º BPM CONTA COM AS SEGUINTE MODALIDADES DE POLICIAMENTO: RADIOPATRULHAMENTO; FORÇA TÁTICA; PATRULHA RURAL; PATRULHA ESCOLAR; PATRULHA MARIA DA PENHA.

ALÉM DO POLICIAMENTO ORDINÁRIO O BATALHÃO BELMONT, CONTA PROJETOS SOCIAIS DESENVOLVIDOS EM TODA ÁREA DA ZONA LESTE: PROJETO PM NA ESCOLA; PALESTRAS NAS UNIDADES DE ENSINO; ESCOLINHA DE FUTEBOL; ESCOLINHA DE JIU JITSU; POLÍCIA MIRIM; ESTÁ EM FASE DE DESENVOLVIMENTO A CRIAÇÃO DA POLÍCIA MIRIM NO RESIDENCIAL ORGULHO DO MADEIRA E NO MUNICÍPIO DE CANDEIAS DO JAMARI PARA ATENDER AS CRIANÇAS DA LOCALIDADE. O 5º BPM COMPLETARÁ ESTE ANO 26 ANOS DE EXISTÊNCIA E DE BONS SERVIÇOS PRESTADOS A POPULAÇÃO DE PORTO VELHO, ELEVANDO O ORGULHO EM SER CONHECIDO COMO GUARDIÃO DA ZONA LESTE.

9º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR

O 9ª BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR FOI CRIADO PELO DECRETO 22.954 DE 28 DE JUNHO DE 2018, EM VIRTUDE DO CRESCIMENTO POPULACIONAL DE 77% ENTRE OS ANOS DE 1993 E 2017 E COMEÇOU A FUNCIONAR DIA 20 DE JULHO DE 2018 EM PORTO VELHO COM SEDE NA UNISP-SUL, SENDO DESIGNADO PARA O COMANDO DA UNIDADE O MAJOR PM AMORIM. COM EFETIVO FORMADO POR POLICIAIS MILITARES ORIUNDOS DO 1º BPM, 5º BPM, 6º BPM E DA EXTINTA COMPANHIA INDEPENDENTE DE POLÍCIA DE GUARDA, QUE ATUAM NAS MODALIDADES DE POLICIAMENTO DE RÁDIO PATRULHA, PATRULHA ESCOLAR, PATRULHA MARIA DA PENHA E FORÇA TÁTICA, O 9º BPM FICOU RESPONSÁVEL PELO POLICIAMENTO OSTENSIVO NA ZONA SUL DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO, QUE POSSUI CERCA DE 150 MIL HABITANTES E PELO POLICIAMENTO OSTENSIVO NOS DISTRITOS DE JACI-PARANÁ, UNIÃO BANDEIRANTES, NOVA MUTUM, ABUNÃ, VISTA ALEGRE DO ABUNÃ, FORTALEZA DO ABUNÃ, EXTREMA, NOVA CALIFÓRNIA E RIO PARDO, QUE REPRESENTAM, APROXIMADAMENTE, 18000 KM² DA ÁREA TERRITORIAL DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO E TOTALIZAM CERCA DE 49000 HABITANTES.

O NOME DA NOVA UNIDADE FOI UMA HOMENAGEM AO 2º SARGENTO PM SILVÉRIO ALVES FEITOSA, QUE TEVE SUA VIDA CEIFADA EM 10 DE SETEMBRO DE 2012 POR CRIMINOSOS DE UMA DAS QUADRILHAS DO NOVO CANGAÇO.

FATO QUE GEROU UMA CICATRIZ PERMANENTE NA HISTÓRIA DA POLICIA MILITAR DE RONDÔNIA E O COMPROMISSO DE CADA VEZ MAIS EVOLUIR NO COMBATE À CRIMINALIDADE. COM O INTUITO DE EMPREGAR OS CONCEITOS DE POLÍCIA COMUNITÁRIA E PROXIMIDADE SOCIAL, O COMANDANTE DA UNIDADE ESTÁ EMPENHADO NA FINALIZAÇÃO DAS OBRAS DA NOVA SEDE LOCALIZADA NA RUA ALGODOEIRO, BAIRRO COHAB, UM GRANDE DESAFIO, PORÉM DIGNO DE OFICIAIS E PRAÇAS EMPENHADOS E AUDAZES, QUE NÃO SE DOBRAM FRENTE A GRANDES DESAFIOS.

BATALHÃO DE POLÍCIA DE CHOQUE

APÓS 7 ANOS DE CRIAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE RONDÔNIA, HOUVE-SE A NECESSIDADE DE CRIAR UMA UNIDADE ESPECIALIZADA, COM ARMAMENTO, TREINAMENTO E TÉCNICAS DIFERENCIADAS PARA OPERAR EM MISSÕES DE ALTA COMPLEXIDADE.

SURGIA ASSIM, NA TARDE DO DIA 7 DE DEZEMBRO DE 1982, POR MEIO DO DECRETO Nº 717 DO ENTÃO GOVERNADOR JORGE TEIXEIRA DE OLIVEIRA, A COMPANHIA DE POLÍCIA DE CHOQUE.

ESTA DESIGNAÇÃO PERMANECEU ATÉ 26 DE ABRIL DE 1985, QUANDO O ENTÃO GOVERNADOR ÂNGELO ANGELIM, EXTINGUIU A COMPANHIA E CRIOU, NA MESMA OCASIÃO, O PELOTÃO DE CHOQUE, PORÉM COM O EFETIVO BEM REDUZIDO DE APENAS 33 (TRINTA E TRÊS) POLICIAIS MILITARES. JÁ NO GOVERNO DE JERÔNIMO GARCIA DE SANTANA, HOUVE UM GRANDE CRESCIMENTO POPULACIONAL IMPULSIONADO PELAS ATIVIDADES DE EXTRAÇÃO DE MINÉRIOS, FATO ESTE QUE EXIGIU A ELEVAÇÃO NO NÍVEL OPERACIONAL DA TROPA PARA FAZER FRENTE ÀS ADVERSIDADES NAS ATIVIDADES DE SEGURANÇA PÚBLICA, PARA TANTO, O ESTADO EXTINGUIU O PELOTÃO DE CHOQUE E CRIOU A COMPANHIA DE OPERAÇÕES ESPECIAIS – COE, COM O INTUITO DE INCLUIR A ATIVIDADE DE OPERAÇÕES ESPECIAIS ALÉM DAS OPERAÇÕES DE CHOQUE, CONFORME O DECRETO N° 3.261 DE 14/04/1987.

ALGUNS ANOS DEPOIS A TROPA DE ELITE DA PMRO RECEBERIA NOVA DENOMINAÇÃO: COMPANHIA DE CONTROLE DE DISTÚRBIOS – CCD, CONFORME DECRETO 7.633 DE 07/12/1996. COM O PASSAR DOS ANOS E A EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE CRIMINOSA EM RONDÔNIA HOUVE NECESSIDADE DE AMPLIAR O CAMPO DE ATUAÇÃO DA TROPA OPERACIONAL ESPECIAL, SEGUINDO UMA TENDÊNCIA NACIONAL, CONFIGURADA COMO A ULTIMA RATIO.

PARA TANTO, FOI RESGATADO O NOME COE. A DENOMINAÇÃO COE FOI RESGATADA EM 15 DE OUTUBRO DE 2002. A ATUAL COMPANHIA DE OPERAÇÕES ESPECIAIS É O ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS DE MISSÕES ESPECIAIS DA POLÍCIA MILITAR, COMPREENDENDO O POLICIAMENTO DE CHOQUE, POLICIAMENTO COM CÃES, OPERAÇÕES ESPECIAIS E PATRULHAMENTO TÁTICO.

O BATALHÃO DE POLÍCIA DE CHOQUE – BPCHOQUE, É UMA UNIDADE “SUI GENERIS”, ONDE SUA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL REQUER ATENÇÃO DIFERENCIADA EM VIRTUDE DE SUA MISSÃO E EM ESPECIAL AQUELAS ATÉ ENTÃO REALIZADAS PELA COMPANHIA DE OPERAÇÕES ESPECIAIS/CHOQUE.

CONSTITUEM MISSÕES POLICIAS ESPECIAIS TODAS AS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS POR POLICIAIS MILITARES, COM QUALIFICAÇÃO AVANÇADA ADQUIRIDA ATRAVÉS DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO OU CAPACITAÇÃO EM CHOQUE, PATAMO, OPERAÇÕES COM CÃES E PATRULHAMENTO TÁTICO COM MOTOCICLETAS.

NESSE CONTEXTO ENCONTRAM-SE RELACIONADAS TODAS AS OCORRÊNCIAS DE COMBATE AO CRIME ORGANIZADO E A GRUPOS CRIMINOSOS ARMADOS LIGADOS AOS MOVIMENTOS DE LUTA PELA TERRA, TANTO EM AMBIENTES URBANOS COMO RURAIS, SITUAÇÕES DE MOTINS EM ESTABELECIMENTOS PRISIONAIS, CONTROLE DE DISTÚRBIOS, SEGURANÇA DE AUTORIDADES, ESCOLTA DE PRESOS DE ALTA PERICULOSIDADE, CUMPRIMENTO DE MANDADOS JUDICIAIS E OUTRAS DE CARÁTER EXCEPCIONAL.

O BATALHÃO DE POLÍCIA DE CHOQUE DA PMRO, FOI CRIADO ATRAVÉS DO DECRETO Nº 22.957 DE 28 DE JUNHO DE 2018, TENDO COMO SEU PRIMEIRO COMANDANTE O MAJOR PM BRAGUIN. ATUALMENTE O COMANDANTE DO BPCHOQUE É O MAJOR PM ARIVABENE.

BATALHÃO DE POLÍCIA AMBIENTAL

O POLICIAMENTO FLORESTAL DA PMRO FOI CRIADO ATRAVÉS DO CONVÊNIO Nº 164/PGE/84, FIRMADO ENTRE IBDF – INSTITUTO BRASILEIRO DO DESENVOLVIMENTO FLORESTAL E O GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA, COM A INTERFERÊNCIA DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE RONDÔNIA, ÓRGÃO ENCARREGADO DE SUA EXECUÇÃO.

CONFORME CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DE RONDÔNIA NO PARÁGRAFO ÚNICO DO ARTIGO 2019, ESTABELECE ” À POLÍCIA FLORESTAL, SUBORDINADA À POLÍCIA MILITAR DO ESTADO, INCUMBIR-SE-ÃO AS AÇÕES DE PLANEJAMENTO, DIREÇÃO E EXECUÇÃO DO POLICIAMENTO FLORESTAL”.

POSTERIORMENTE, COM A NECESSIDADE DE ABRANGÊNCIA DAS ATIVIDADES E MAIOR ESPECIALIZAÇÃO NA QUESTÃO AMBIENTAL, EM 25 DE DEZEMBRO DE 1997, FOI ELEVADO À CONDIÇÃO DE BATALHÃO DE POLÍCIA AMBIENTAL.

O BPA ATUA EM AÇÕES INTEGRADAS COM DIVERSOS ÓRGÃOS, IBAMA, FUNAI, ICMBIO, SEDAM, EB, MB, A FIM DE COIBIR OS ILÍCITOS AMBIENTAIS, CONTA AINDA COM UMA SEÇÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL QUE SÓ NO PRIMEIRO SEMESTRE DO ANO ATENDEU MAIS DE 12 MIL PESSOAS EM ATIVIDADES DE PREVENÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL. ATUALMENTE O BPA, COMANDADO PELO MAJ PM WASHINGTON, TEM SEDE EM CANDEIAS DO JAMARI E POSSUI SUBUNIDADES EM JACY-PARANÁ, GUAJARÁ MIRIM, MACHADINHO DO OESTE, JI-PARANÁ, ALTA FLORESTA E VILHENA, CONTANDO COM EFETIVO DE 200 POLICIAIS MILITARES, COM ATRIBUIÇÕES DE EXECUTAR O POLICIAMENTO AMBIENTAL EM TODO O ESTADO DE RONDÔNIA.

BATALHÃO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS – BOPE

O BATALHÃO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS – BOPE DA POLÍCIA MILITAR TEVE SUA GÊNESE NACOMPANHIA DE OPERAÇÕES ESPECIAIS – COE. A COMPANHIA EM TELA FOI CRIADA SETE ANOS APÓS ACRIAÇÃO DA PMRO, NA TARDE DO DIA 07 DE DEZEMBRO DE 1982, DANDO INÍCIO AS ATIVIDADES DEOPERAÇÕES ESPECIAIS DO ESTADO DE RONDÔNIA.

SEGUINDO A EXPANSÃO TERRITORIAL DO ESTADO E AS DEMANDAS DE SEGURANÇA PÚBLICA, O BATALHÃODE OPERAÇÕES ESPECIAIS FOI CRIADO NO ANO DE 2018, POR MEIO DO DECRETO Nº 22.956, FICANDO ACARGO DESTA ORGANIZAÇÃO POLICIAL MILITAR O ATENDIMENTO DE TODAS AS OCORRÊNCIAS DE ALTACOMPLEXIDADE EM TODO ESTADO DE RONDÔNIA.

ATUA, PORTANTO NAS OCORRÊNCIAS DE EXTORSÃOMEDIANTE SEQUESTRO, REBELIÕES, OCORRÊNCIAS COM SUICIDAS, ROUBO À BANCO E OCORRÊNCIA COMBOMBAS E EXPLOSIVOS. EM SEU QUADRO DE ESPECIALISTAS, O BOPE POSSUI UMA EQUIPE DENEGOCIADORES, EXPLOSIVISTAS, ATIRADORES DE PRECISÃO (SNIPER) E OPERADORES ESPECIAIS,TAMBÉM CONHECIDOS POR CAVEIRA. ESSES POLICIAIS MOBÍLIAM AS QUATRO ALTERNATIVAS TÁTICASNO PROCESSO DE GERENCIAMENTO DE CRISES COM OBJETIVO DE PRESERVAR VIDAS E APLICAR A LEI.

AUNIDADE TEVE COMO PRIMEIRO COMANDANTE O CAPITÃO PAULO HENRIQUE DA SILVA BARBOSA EATUALMENTE É COMANDADO PELO MAJOR EWERSON MELO PONTES.

CENTRO DE ENSINO E PELOTÃO

O CURSO DE HABILITAÇÃO DE OFICIAIS DE ADMINISTRAÇÃO-CHOA 2019, CURSO MAJOR EMMANUEL SILVESTRE AMARANTE, INICIADO EM 03 DE JUNHO DE 2019, SOB A COORDENAÇÃO DA CAPITÃ PM ERIKA JOSIANI OSSUCI. O CURSO IRÁ FORMAR 41 OFICIAIS DE ADMINISTRAÇÃO, SENDO 09 ALUNOS SÃO ORIUNDOS DA POLÍCIA MILITAR DO ACRE.

BPTRAN

DE UMA SIMPLES PATRULHA DE TRÂNSITO PERTENCENTE AO 1º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR, EM MEADOS DOS ANOS 90, ORIGINOU-SE A ENTÃO COMPANHIA INDEPENDENTE DE POLICIAMENTO DE TRÂNSITO. O PROPÓSITO INICIAL ERA DE ESPECIALIZAR O EFETIVO A FIM DE TORNAR MAIS EFICAZ O POLICIAMENTO E A FISCALIZAÇÃO DE TRÂNSITO, POIS O CRESCIMENTO ACENTUADO DA FROTA DE VEÍCULOS NA CAPITAL DO ESTADO DE RONDÔNIA EXIGIA A ESPECIALIZAÇÃO DE MILICIANOS PARA ATUAR NO CONTROLE DO TRÁFEGO URBANO DA PUJANTE PORTO VELHO.

A RECÉM-CRIADA UNIDADE ESPECIALIZADA EM TRÂNSITO DA POLÍCIA MILITAR DE RONDÔNIA, ACOMODOU-SE NUM PRÉDIO DE RICA HISTÓRIA, POIS ANTES DE SEDIAR ESSA PROMISSORA UNIDADE DE TRÂNSITO, O QUARTEL SITUADO NA RUA BEJAMIM CONSTANT ABRIGOU TAMBÉM O COMANDO GERAL DA CORPORAÇÃO, O CENTRO DE FORMAÇÃO DE PRAÇAS, POR ONDE FORAM FORMADOS MUITOS DE NOSSOS PIONEIROS, O AQUARTELAMENTO AINDA FOI OCUPADO PELA COMPANHIA FEMININA ANTES DA INSTALAÇÃO DA COMPANHIA INDEPENDENTE DE POLÍCIA DE TRANSITO (CIA TRAN).

COM A MOVIMENTAÇÃO DE POLICIAIS MILITARES ORIUNDOS DO 1º E 5º BATALHÕES, ALÉM DE POLICIAIS DA EXTINTA COMPANHIA FEMININA, POLICIAIS ESSAS QUE MUITO CONTRIBUÍRAM COM A RECÉM-CRIADA UNIDADE, TRAZENDO A EXPERIÊNCIA ADQUIRIDA NA ATUAÇÃO NA ÁREA DE TRÂNSITO, QUE ATÉ ENTÃO ERA PREDOMINANTEMENTE EXECUTADA PELAS CHAMAS PFEM’S DA EXTINTA COMPANHIA FEMININA.

O MARCO DA CRIAÇÃO DA ÚNICA ESPECIALIZADA EM TRÂNSITO DO ESTADO DE RONDÔNIA É TIDO COM A EDIÇÃO DO DECRETO ESTADUAL 8.041, DE 24 DE OUTUBRO DE 1997, EXATAMENTE UM MÊS APÓS A PUBLICAÇÃO DA LEI 9.503, LEI QUE INSTITUIU O CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO, NORMATIVA JURÍDICA USADA PELA UNIDADE ESPECIALIZADA NA PROMOÇÃO DA PAZ E DA SEGURANÇA NO TRÂNSITO DE PORTO VELHO.

AO LONGO DE SUA HISTÓRIA ESSA ESPECIALIZADA CONQUISTOU CREDIBILIDADE JUNTO À SOCIEDADE LOCAL, ISSO FRUTO DO EMPENHO E COMPROMETIMENTO COM UM TRÂNSITO CADA VEZ MAIS HUMANO E SEGURO. COM UMA VISÃO DE FUTURO, A UNIDADE INVESTIU MACIÇAMENTE NO APRIMORAMENTO TÉCNICO PROFISSIONAL DE SEUS INTEGRANTES, FORMANDO A PRIMEIRA TURMA DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DE TRÂNSITO URBANO – CETU, TENDO COMO DISCENTES PRAÇAS E OFICIAIS DA UNIDADE, ALÉM DE PROFISSIONAIS DA ÁREA, FOMENTANDO DESTA FORMA PRECURSORA A INTEGRAÇÃO TÃO NECESSÁRIA ENTRE AS INSTITUIÇÕES AFINS À ÁREA DE TRÂNSITO. NO ANO SEGUINTE, MAIS UMA TURMA FOI FORMADA, INICIANDO ASSIM UMA NOVA ERA NA FORMA DE REALIZAR O POLICIAMENTO E A FISCALIZAÇÃO DE TRÂNSITO A LUZ DO NOVO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO.

AINDA NA COM O PROPÓSITO DE APERFEIÇOAR AS TÉCNICAS E PROPOR UMA ATUAÇÃO CADA VEZ MAIS EFICIENTE PARA A POPULAÇÃO, POLICIAIS MILITARES FORAM FORMADOS PIONEIRAMENTE NO ESTADO PARA EXECUTAR O POLICIAMENTO COM MOTOCICLETA. TÉCNICAS DE PILOTAGEM E MANEABILIDADE EM MOTOCICLETA PERMITIAM AOS CURSADOS, DESLOCAMENTOS MAIS ÁGEIS NO JÁ CARREGADO TRÂNSITO DA CAPITAL. O IMPACTO DESSA NOVA MODALIDADE FOI MUITO ELOGIADO PELA POPULAÇÃO LOCAL, AFINAL, QUEM NÃO SE RECORDA DAS FAMOSAS SAHARAS, MODELO DE MOTOCICLETAS UTILIZADAS NO POLICIAMENTO DE TRÂNSITO EM PORTO VELHO.

A CADA DIA A ENTÃO CIA TRAN BUSCAVA ALTERNATIVA DE EMPREGO DA TROPA NO CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DE TRÂNSITO, FOI NESSA TOADA QUE IMPLEMENTOU-SE A SAUDOSA ROAM, RONDAS OSTENSIVAS COM APOIO DE MOTOCICLETAS, QUE FUTURAMENTE SE TRANSFORMARIA NO GESPOM, GRUPO ESPECIALIZADO EM POLICIAMENTO COM MOTOCICLETA QUE ATUOU COM ALTA COMPETÊNCIA REALIZANDO ESCOLTA E BATEDOR DAS MAIS ALTAS AUTORIDADES EM VISITA A CAPITAL DO ESTADO, INCLUÍDO PRESIDENTES, MINISTROS, ARTISTAS RENOMADOS E SÍMBOLOS MUNDIAIS COMO A TAÇA DA COPA DO MUNDO FIFA, A TOCHA DOS JOGOS PANAMERICANOS E A TOCHA OLÍMPICA.

O BOM RELACIONAMENTO CONSTRUÍDO COM OS ÓRGÃOS PARCEIROS DA ÁREA DE TRÂNSITO, ALIADO A UMA GESTÃO VISIONÁRIA, TORNARAM POSSÍVEL UM SONHO ANTIGO DOS INTEGRANTES DA UNIDADE, QUE ERA DE MODERNIZAR AS INSTALAÇÕES DO PRÉDIO HISTÓRICO DA UNIDADE, O QUE SE CONCRETIZOU NO ANO DE 2013, TORNANDO-SE ASSIM UM MARCO NA HISTÓRIA DA CIA TRAN, ISSO PORQUE UM AMBIENTE MAIS CONFORTÁVEL E SALUBRE PROPICIOU UM GANHO MOTIVACIONAL DO EFETIVO, REFLETINDO DIRETAMENTE NO DESEMPENHO FINAL, POIS DADOS ESTATÍSTICOS SE MOSTRARAM DECADENTES DESDE ENTÃO, CONFIRMANDO A TESE DE QUE A VALORIZAÇÃO NO PROFISSIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA ECOA DE FORMA DIRETAMENTE PROPORCIONAL À EFICIÊNCIA DE SUA ATUAÇÃO.

HOJE, A SAUDOSA CIA TRAN DEU LUGAR AO BPTRAN, CONTANDO COM TRÊS COMPANHIAS DE POLICIAMENTO, ATUANDO TAMBÉM NA ÁREA SOCIAL COM A “GUARNIÇÃO VISITA SOCIAL” E “PTRAN EDUCATIVA”, UMA MUDANÇA QUE ACOMPANHANDO A EVOLUÇÃO DA SOCIEDADE, QUE EXIGE DIUTURNAMENTE RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS CADA VEZ MAIS APERFEIÇOADOS PARA CONSECUÇÃO DE SEU OBJETIVO QUE É DE EXECUTAR UM ATENDIMENTO AO PÚBLICO-ALVO, NO CASO ESPECÍFICO, OS USUÁRIOS DAS VIAS PÚBLICAS, CRIANDO CONDIÇÕES IDEAIS E SEGURAS NA MOBILIDADE URBANA, DISCIPLINANDO O FLUXO DE VEÍCULOS NAS VIAS PÚBLICAS, ORIENTAM SEUS USUÁRIOS E POR FIM COIBINDO TODA E QUALQUER AÇÃO QUE POSSA INFRINGIR A LEI Nº 9.503, DE 27 DE SETEMBRO DE 1997, QUE INSTITUIU O CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO, CONSTRUINDO UM TRÂNSITO CADA DIA MAIS HUMANO, SOLIDÁRIO E SEGURO.

FORMATURA DOS ASPIRANTES A OFICIAL – TURMA ARAGUAIA

No dia 29.08 (quinta-feira), aconteceu a solenidade de formatura dos novos Aspirantes a oficial do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia, turma Araguaia. O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) promoveu o evento no Quartel do Comando Geral do CBMGO, localizado no setor Jardim América, em Goiânia-GO.

Autoridades civis e militares, dentre estas, o Cel BM Gilvander Gregório de Lima, Subcomandante Geral do CBMRO, representando o Comando Geral do CBMRO, além de familiares e amigos do formandos, estiveram prestigiando a solenidade. A formatura foi presidida pelo Vice-Governador do Estado de Goiás Lincoln Tejota. Ao todo, formaram 19 militares do Estado de Goiás, 6 de Rondônia, 1 do Amapá e 6 do Piauí.

Durante a solenidade, os cadetes prestaram o juramento e foram declarados aspirante a oficial por meio da entrega de seus espadins, símbolo do cadete, para o recebimento da espada, símbolo do oficialato. Após realizar concurso público para ingresso na carreira Bombeiro Militar, os cadetes passaram por dois anos recebendo instruções na Academia de Ensino Bombeiro Militar.

O Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia, na pessoa do Cel BM Demargli da Costa Farias, Comandante Geral, parabeniza aos novos Aspirantes a Oficial do CBMRO.

“Sejam Bem Vindos ao CBMRO e que deem o melhor de seu conhecimento adquirido durante esses anos na Academia de Ensino Bombeiro Militar.” (CEL BM FARIAS)

Asp Of BM Higor Contarato Salvador
Asp Of BM Fabio Rosset
Asp Of BM Charlison Almeida de Aguiar
Asp Of BM Fábio Donisete Rodrigues de Oliveira
Asp Of BM Marcio Rogério de Lima Paiva

Fonte: https://www.cbm.ro.gov.br/index.php/transparencia/noticias/511-formatura-dos-aspirantes-a-oficial-turma-araguaia

CBMRO PARTICIPA DE CURSO DE RÁDIOS DIGITAIS E SISTEMA TRUNKING (MÓDULO I)

Durante a semana, 18 a 24  de agosto de 2019, os militares, SGT BM João Bosco Gonçalves do Nascimento e Sd BMDaniel Rodrigues Ugatti, da Diretoria de Informática deslocaram-se ao Município de Vilhena onde se iniciou o Módulo I do Curso sobre Rádios Digitais e Sistema Trunking (P25) pela empresa Motorola Solutions e inauguração do Sistema Digital em Rondônia no 3º Batalhão da Polícia Militar.

Este curso objetivou preparar os militares do CBMRO à Instalação e Manutenção Básica em Controlador Central e ERB; Configuração e Operação em Controlador Central e ERB; Operação do KVL 4000 (Criptografia); Técnica e Operacionalidade da Console de Despacho. E, posteriormente, disseminar o conhecimento adquirido a outros militares desta Instituição.
Tendo em vista a instalação do Sistema Digital no Estado de Rondônia e a evolução das Comunicações em outras Forças de Segurança, o Corpo de Bombeiros busca se adequar as atuais demandas da Corporação; integrar as Forças Auxiliares como Polícia Militar e Polícia Civil; e, se necessário, atividades em conjunto com SAMU, Guarda Municipal, Bombeiro Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Forças Armadas.
Esta evolução foi adquirida junto a Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) através da Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (ENAFRON), que tem por finalidade melhorar a percepção de segurança pública junto à sociedade e garantir a presença permanente das instituições policiais e de fiscalização na repressão aos crimes transfronteiriços, por meio de ações integradas de diversos órgãos federais, estaduais e municipais.

Fonte: https://www.cbm.ro.gov.br/index.php/transparencia/noticias/504-cbmro-participa-de-curso-de-radios-digitais-e-sistema-trunking-modulo-i

Transcrição: Jornalista Wilson Souza

Segurança Pública receberá reforço com a incorporação de novos policiais militares em Rondônia

A segurança pública no Estado de Rondônia terá reforço de 400 novos policiais militares até o mês de novembro. A notícia foi anunciada pelo próprio governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, e tranqüilizou os policiais que na última semana participaram da formatura militar de conclusão do Curso de Formação de Soldados (CFSD) da Polícia Militar.

O curso teve início em 10 de dezembro de 2018, tendo várias etapas do treinamento militar: instruções teóricas e práticas de abordagem, armamento, tiro defensivo, entre outras matérias essenciais ao desenvolvimento da profissão.

Ao fazer o anuncio comemorado pelos concludentes do Curso de Formação de Soldado da PM, o governador destacou o fato de também ser um militar e saber do quanto é importante a formação sabendo que o aprendizado de cada um durante o curso precisa ser aplicado para o interesse da população.

“Há alguns meses fiz contato com os secretários da Casa Civil, da Secretaria de Planejamento, da Casa Militar, Sesdec e Finanças para que viabilizassem a convocação de todos os concludentes do Curso de Formação de Soldados da Polícia Militar. Não há como um concludente desse curso ficar aguardando ser chamado, sendo diferente de outras categorias. Policia Militar, Civil e Bombeiros precisam ser empregados de imediato. Então determinei que houvesse cortes por dentro e o secretário de Segurança começou a trabalhar com os demais secretários para viabilizar a contratação de todos os formandos. Quero dizer que no mês de novembro todos estarão sendo incorporados à Corporação. Parabéns a todos pela conclusão do Curso de Formação de Soldados da Polícia Militar. Que Deus nos abençoe e que utilizem todas as técnicas para o bem da nossa sociedade”, declarou o governador.

COMANDANTE-GERAL

O comandante da Polícia Militar do Estado de Rondônia, coronel PM Mauro Ronaldo Flôres Corrêa, enalteceu o comprometimento do governador Marcos Rocha com a segurança pública do Estado, aumentando, consequentemente, o policiamento ostensivo e ampliando a capacidade operacional da Polícia Militar com a efetivação dos novos policiais ainda este ano. “Agradecemos ao governador Marcos Rocha que antes mesmo da formatura do Curso de Formação de Soldados havia dito que estaria empenhado para garantir a contratação dos novos policiais e em menos de uma semana anuncia que até novembro todos estarão efetivados. O incremento desses novos policiais dará um reforço ao policiamento ostensivo e, consequentemente, a PM irá obter melhores resultados no combate à criminalidade”, argumentou o comandante deixando claro que a efetivação vem para implementar a preservação da ordem pública.

Jornalista – Paulo Ricardo Leal
Foto – Cabo PM Raicinaluz

Fonte: http://www.pm.ro.gov.br/index.php/institucional/noticias/7732-seguranca-publica-recebera-reforco-com-a-incorporacao-de-novos-policiais-militares-em-rondonia.html

Transcrição: Jornalista Wilson Souza

 

Policiais militares do Batalhão de Trânsito salvam criança que teve parada respiratória

O subtenente Umbelino e a soldado Ramos, do Batalhão de Policiamento de Trânsito, salvaram uma criança de dois anos, que sofre de epilepsia, após colocaram em prática atendimentos de primeiros socorros e reanimaram a criança que estava sofrendo uma parada respiratória. A avó da criança abordou os policiais no residencial Orgulho do Madeira, na Zona Leste de Porto Velho.

O subtenente Umbelino e a soldado Ramos informaram que estavam indo atender uma ocorrência de trânsito no residencial Orgulho do Madeira quando avistaram a avó da criança em um carro pedindo socorro.

Rapidamente, os policiais pararam, e a avó foi em direção dos militares com a criança no colo desacordada, e com os lábios roxos. De imediato, os policiais colocaram avó e neta dentro da viatura, e seguiram para a UPA. A soldado Ramos dirigia a viatura.

Durante o trajeto, o subtenente Umbelino realizou massagem cardíaca na menina por várias vezes. Ao perceber que ela não estava respirando, ele realizou respiração artificial (boca a boca), foi quando a menina reagiu. O médico que atendeu a criança confirmou que a menina estava tendo um ataque epiléptico. O estado de saúde da criança é estável.

Fontes: Rondoniagora/ http://www.pm.ro.gov.br/index.php/institucional/noticias/7731-policiais-militares-do-batalhao-de-transito-salvam-crianca-que-teve-parada-respiratoria.html

Transcrição: Jornalista Wilson Souza

PROERD do 2º BPM forma mais de 500 alunos no 1º semestre em Ji-Paraná

Aconteceu na noite da última quinta-feira, 15, na 1ª Igreja Batista, a solenidade de formatura que encerra as atividades do 1º semestre do Programa Educacional de Resistência às Drogas do 2º Batalhão de Polícia Militar.

Mais de quinhentos alunos do 5º ano do ensino fundamental de escolas estaduais receberam o certificado do PROERD.

Estiveram presentes na formatura o Capitão PM Edimar Correia José, representando o Comando do 2º BPM, a Capitã PM Cleíssa de Pontes Bernardo, Diretora do Colégio Tiradentes Unidade IV em Ji-Paraná, o Capitão PM Francisco Wesley, Diretor do Colégio Tiradentes Unidade III em Ariquemes, o Tenente PM José Dias Neto, Coordenador Estadual do Proerd, o Tenente PM Fernando Souza, comandante do PATAMO, Deputado Estadual Jhony Paixão, instrutores do Proerd de outras localidades, demais autoridades civis e militares.

O Programa Educacional de Resistência às Drogas é desenvolvido pela Polícia Militar em parceria com a Secretaria Estadual de Educação e consiste em um trabalho preventivo que tem como objetivo fazer com que os alunos desenvolvam habilidades para tomarem decisões seguras e responsáveis para manterem-se longe das drogas e da violência.

Fonte: http://www.pm.ro.gov.br/index.php/institucional/noticias/7713-proerd-do-2-bpm-forma-mais-de-500-alunos-no-1-semestre-em-ji-parana.html

Transcrição: Jornalista Wilson Souza

Militares mirins de todo o Estado de Rondônia participam do 3º encontro na cidade de Vilhena

A Polícia Militar, em Vilhena, sediou o 3° encontro de Militares Mirins do Estado de Rondônia no último final de semana. Centenas de Crianças e adolescentes que fazem parte dos programas sociais da Polícia Militar no Estado de Rondônia participam do evento. A abertura do evento ocorreu na última sexta-feira, 16, e contou com a presença de várias autoridades civis e militares além de todos os comandantes das polícias e bombeiros mirins de todo o estado.

No sábado e domingo participaram de atividades esportivas tipicamente militares, como: futsal masculino e feminino, cabo de guerra, barra fixa, natação, ordem unida entre outros, além de outros esportes coletivos. Os militares mirins fizeram uma belíssima apresentação de entrada, deixando orgulhosos seus comandantes e familiares. A polícia Mirim do 10º Batalhão de Polícia Militar em Rolim de Moura também participou do evento com 18 alunos.

Os outros dois encontros foram em Ariquemes e Cerejeiras. No próximo ano terá a 4° edição do evento em alguma cidade do Estado de Rondônia, ainda a ser definida, seguindo o exemplo de Vilhena, sede desse belo evento.

Na ocasião, os comandantes e coordenadores da Polícia Mirim estarão se reunindo para tratar de assuntos relevantes a instituição. O programa social Polícia Mirim faz parte da política social da polícia militar, e necessita sofrer uma padronização em relação ao uniforme, estatuto, regulamento disciplinar, regulamento de promoções entre outros detalhes.

Os coordenadores do programa agradeceram o apoio recebido dos seus municípios para o desenvolvimento do projeto e a disponibilidade de ônibus para o transporte, porém alguns municípios não liberou o transporte, o que causou a ausência de pelo menos três localidades, o que conseqüentemente acabou diminuindo o número de alunos participantes do evento.

Seção de Comunicação Social do 10º BPM

Fonte: http://www.pm.ro.gov.br/index.php/institucional/noticias/7710-militares-mirins-de-todo-o-estado-de-rondonia-participam-do-3-encontro-na-cidade-de-vilhena.html

Transcrição: Jornalista Wilson Souza

 

CBMRO FAZ PREVENÇÃO NO 4º TREKKING EFMM

Na manhã de domingo (18.08), militares do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia participaram, atuando de forma preventiva, do 4º Trekking da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM), em Guajará-Mirim. O projeto é idealizado e organizado pela Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo em parceria com diversas entidades. O projeto  visa conciliar a prática esportiva de trekking em trilhas no meio da mata, alinhados a estratégia turística, cultural educativa e principalmente voltado à contemplação da natureza e da nossa história.

A concentração dos participantes do Trekking EFMM ocorreu em frente ao Museu municipal com saída às  06h00min. Foram 27 km de caminhada pela trilha com destino final ao Distrito do Iata. A chegada se deu por volta das 13h30min. Durante o percurso houve 03 pontos de apoio para o reabastecimento de água e cuidados médicos.

O evento foi um sucesso e aconteceu sem nenhuma ocorrência. O secretário municipal de cultura, Alan Erik, agradeceu ao comandante do 2º Subgrupamento de Bombeiros de Guajará-Mirim, Ten BM Josimar Ribeiro Bragado pela parceria firmada em mais uma edição do trekking.

Fonte: https://www.cbm.ro.gov.br/index.php/transparencia/noticias/493-cbmro-faz-prevencao-no-4-trekking-efmm-2

Transcrição: Jornalista Wilson Souza

Integração entre Polícia Militar e comunidade reforça segurança do 5º BPM no bairro Jardim Santana, em Porto Velho

O programa de policiamento adotado pela Polícia Militar do Estado de Rondônia visa uma maior integração do policial militar com a comunidade, engrandecendo a participação do cidadão tanto na segurança quanto na resolução de outros problemas locais. Essa filosofia está sendo desenvolvida no bairro Jardim Santana – zona Leste de Porto Velho – com ações de prevenção e policiamento comunitário desencadeadas pelo 5º Batalhão de Polícia Militar (Batalhão Belmont) e os resultados positivos começam a ser detectados com o aumento da sensação de segurança, fazendo com que os moradores que antes se aterrorizavam com crimes como furtos e roubos se sintam mais seguros.

O projeto foi criado pelo comandante do 5º BPM, major PM Glauber Ilton de Sousa Souto, e pelo cabo PM Rodrigo Braga, com intuito de motivar a parceria entre os moradores, Polícia Militar, Polícia Civil e a rede Pública de Educação. Porém, visa ainda integrar outros órgãos e setores, baseando-se na premissa de que a polícia não é a única responsável pela segurança pública e que todos devem unir forças contra a criminalidade. Conforme definido pelo comandante do 5º BPM, o projeto de Intervenção Integrada por uma Comunidade Sem Violência, denominada “i5”, visa identificar, priorizar e resolver os problemas, como crimes, drogas, desordens físicas, morais, com o objetivo de melhorar a qualidade geral de vida do cidadão.

Trata-se de uma Polícia Militar cada vez mais próxima da sociedade, como explica o comandante-geral da Polícia Militar, coronel PM Mauro Ronaldo Flôres Corrêa, acreditando em resultados positivos na questão da segurança pública, inclusive, com a contribuição do cidadão como um aliado contra o crime. Prova disso é que a própria comunidade do Jardim Santana está unida na parceria reforçado uma das medidas adotadas pelo 5º BPM, como a proposta no projeto “Vizinhança Segura” em que os moradores se comunicam através de grupos de WhatsApp e um celular que fica fixo na viatura da guarnição, ou seja, em caso de possíveis ocorrências a mensagem chegará com maior rapidez à viatura que faz parte do projeto.

O comandante-geral da PM sempre tem destacado que a união entre os policiais militares e a comunidade gera confiança, e isso só traz benefícios. As ações da Polícia Militar reforçam a linha de trabalho do governador de Rondônia, Marcos Rocha, quanto à confiança da população na polícia sendo um elemento essencial para a prática do policiamento.

O comerciante Alfredo Vilela destacou ser fundamental a comunidade apoiar a Polícia Militar nesse projeto de Polícia Comunitária que consiste na integração. “Os resultados positivos de ação já estão a olhos vistos. Em poucos dias já temos aqui uma sensação maior de segurança e estamos ouvindo da comunidade a confirmação de que tudo está melhor, ou seja, mais tranqüilo”, definiu o comerciante e, inclusive, organizando o apoio e doações da comunidade para que os resultados positivos do trabalho aconteçam.

MAPEAMENTO

Conforme definido pelo comandante do 5º BPM, major PM Glauber Ilton Souto, o projeto justifica-se pelo fato de que a Polícia Militar como parte fundamental no processo de segurança, mas não a única, deve, através da descentralização de seus recursos e de uma atuação mais próxima da comunidade, atuar em conformidade com as reais necessidades locais.

O projeto destina-se potencialmente aos moradores de bairros da zona Leste de Porto Velho que se encontra em situação de maior vulnerabilidade relacionada à incidência de crimes e violência, sendo que, está sendo desenvolvido inicialmente no bairro Jardim Santana, no entanto, explica o oficial da PM, a expectativa é de que as ações sejam desenvolvidas, posteriormente, em outros bairros, citando como exemplo, o Mariana e Socialista, ambos também na zona Leste da Capital.

Antes de colocar em prática o projeto, o 5º BPM desenvolveu um processo de mapeamento de todos os moradores de cada rua do bairro. “Quando eu disse que ia mapear tudo me disseram que era impossível, que em nenhum lugar se encontrava essa informação sobre o Jardim Santana, que era utopia, ao que respondi que o impossível era a especialidade do 5º Batalhão, agora estamos aí com todas as fichas preenchidas e os dados já sendo trabalhados”, disse o comandante.

O policiamento Integrado propriamente dito será realizado de forma ostensiva em viaturas caracterizadas, compostas por duas guarnições tipo “A”. As equipes realizarão patrulhamento nas ruas do bairro Jardim Santana, atuando de forma preventiva na visita aos estabelecimentos comerciais, educacionais e residenciais da localidade previamente mapeados pelas análises prévias. Atuarão também de forma repressiva, realizando prisões e cumprimento de mandados, além das demais medidas que garantam a ordem pública.

“O 5º Batalhão de Polícia militar conta com policiais militares treinados e equipados para atuar nesta dimensão extremamente relevante do trabalho policial, e nossa capacidade operacional para reprimir os eventos criminais, de forma pontual e objetiva, será ampliada e qualificada através deste projeto”, destacou o major PM Glauber Souto.

Jornalista Paulo Ricardo Leal
Fotos: Cabo PM Raicinaluz

Fonte: http://www.pm.ro.gov.br/index.php/institucional/noticias/7698-integracao-entre-policia-militar-e-comunidade-reforca-seguranca-do-5-bpm-no-bairro-jardim-santana-em-porto-velho.html.html

Transcrição: Jornalista Wilson Souza