SAÚDE: Semusa realiza 1º Levantamento Rápido de índice por Aedes aegypti de 2019

Agentes de endemias devem vistoriar cerca de 7,5 mil imóveis em Porto Velho.

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho (Semusa), através da Vigilância Epidemiológica, iniciou, no último dia 4/2, o primeiro Levantamento Rápido de Índice por Aedes aegypti (LIRAa) de 2019. O levantamento está previsto para ser finalizado nesta próxima sexta (15/2). Outros dois levantamentos estão previstos para este ano. Em 2018 foram notificados 395 casos de dengue, 114 de Chikungunya e 62 de Zika em Porto Velho, segundo dados do Sinan.

São trabalhados todos os bairros de Porto Velho, divididos por quadras a serem visitadas. Não é preciso trabalhar todas as quadras, até porque este levantamento é feito para medir a densidade de larvas do mosquito Aedes aegypti”, explica Aline Viante, subgerente do programa de controle da malária e dengue.

Ao todo, quatro equipes, formadas por 40 agentes de combate a endemias, estão distribuídas em campo, realizando a pesquisa larvária. Cerca de 7.500 imóveis serão vistoriados. Até o momento, a pesquisa já foi realizada nos bairros Mariana, Tancredo Neves, Cidade Jardim, Ulisses Guimarães, Socialista, São João Bosco, São Cristóvão, Nossa Senhora das Graças, Liberdade, Pedrinhas, Costa e Silva, Nacional, Agenor de Carvalho, Lagoa, Nova Porto Velho e São Sebastião.

De acordo com Aline, as chuvas têm atrapalhado o desenvolvimento das ações, mas os trabalhos não tem sido interrompidos. Os agentes estão trabalhando em horário especial durante o período do LIRAa e, quando chove pela parte da manhã, a pesquisa é realizada durante a tarde.

Na terça-feira (12/2), as equipes estão atuando nos bairros Flodoaldo Pontes Pinto, Mato Grosso, São Francisco, Arigolândia, Caiari e Centro.

Nos imóveis visitados diversos itens são verificados desde a tampa da garrafa pet, caixas d águas, pratos de plantas, calçadas, banheiros, bandeja da geladeira, etc.

A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, da Semusa, Régia Pacheco, lembra que o resultado do LIRAa é usado para traçar novas ações de controle da dengue e que é importante a população receber o agente e seguir as orientações.

Terminado o LIRAa, a Semusa tem duas ações programadas, que serão realizadas em mutirões, na Vila Princesa e outro na Agro Vila Rio Verde.

Fonte: http://rondoniaovivo.com/geral/noticia/2019/02/13/saude-semusa-realiza-1-levantamento-rapido-de-indice-por-aedes-aegypti-de-2019.html

Imagem: Site da fonte
Transcrição: Jornalista Wilson Souza

Há 75 anos a Guarda Territorial era criada em Rondônia

A importância da Guarda Territorial para a Polícia Militar do Estado de Rondônia ficou evidente e eternizada através da publicação de sua história no Boletim Especial da Policia Militar n° 005, de 13 de setembro de 1977. Tal registro, com acréscimos decorrentes desta pesquisa, conta que criado o Território Federal do Guaporé, o Governador nomeado Aluísio Ferreira, verificou a necessidade de realizar a manutenção da ordem e de dispor de mão de obra na execução de trabalhos públicos; resolveu unir essas atribuições públicas em uma organização única e, através Decreto n° 01, de 11 de fevereiro de 1944, criou a GUARDA TERRITORIAL, corporação com caráter civil, constituída de: comando, chefes de guardas e guardas; subordinada diretamente ao Governado.

A Guarda Territorial – como ficou carinhosamente conhecida a corporação precursora da Polícia Militar do Estado de Rondônia (PMRO) – era encarregada dos serviços de vigilância, manutenção da ordem. A Polícia Militar de Rondônia (PM/RO) tem por função primordial o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública no Estado de Rondônia. Ela é Força Auxiliar e Reserva do Exército Brasileiro, e integra o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social do Brasil. Seus integrantes são denominados militares dos Estados (artigo 42 da CRFB), assim como os membros do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Rondônia.

A Polícia Militar de Rondônia foi criada pela Lei nº 6.270, de 26 de novembro de 1975, cuja regulamentação só foi baixada a 11 de janeiro de 1977, através do Decreto Federal nº 79.108. Em 9 de setembro de 1977, já com a Polícia Militar criada, mas ainda em sua fase embrionária, editou-se o Decreto Territorial E nº 864, da mesma data, que considerou extinta, de vez, a Guarda Territorial de Rondônia, conforme preconizado na Lei de Criação da Polícia Militar.

O historiador Anísio Gorayab publicou em um site de notícias a mensagem lembrando da importância do 11 de fevereiro para a Polícia Militar onde usou a expressão “DO FUNDO DO BAÚ”. A história da Polícia Militar de Rondônia sempre foi temas de trabalhos em escolas e no ensino superior a exemplo do apresentado em 2012 com o título “A Transição da Guarda Territorial de Rondônia para a Polícia Militar do Estado de Rondônia” confeccionado pelo coronel PM Carlos Alberto Vivian Gravi e também pelo tenente PM Carlos Walbert Alves Ascenço”.

A Polícia Militar de Rondônia tem cumprido sua missão constitucional e se consolida como um dos sustentáculos do Estado Democrático de Direito, inspirada no mais absoluto respeito à vida, à integridade física e à dignidade da pessoa humana. Em permanente integração com a sociedade, preserva a ordem pública, proteção e o auxílio ao cidadão, à comunidade e ao patrimônio. Atualmente, a Polícia Militar de Rondônia é comandada pelo coronel PM Mauro Ronaldo Flores Corrêa que sempre destaca o lema da PM: Lealdade, Disciplina e Constância.


Jornalista Paulo Ricardo Leal

Fontes: historiador Anísio Gorayab/ http://www.pm.ro.gov.br/index.php/institucional/noticias/7306-ha-75-anos-a-guarda-territorial-era-criada-em-rondonia.html
Transcrição: Jornalista Wilson Souza

 

IMPOSTO: Confira o calendário de pagamento antecipado do IPVA 2019 com desconto

Para os contribuintes que deixarem para fazer o pagamento e renovação do documento no final de fevereiro, o desconto é de apenas 5%.

Valendo já para as placas final 1, 2 e 3, para obter desconto de 10% sobre o valor do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é necessário antecipar o pagamento em até 60 dias. Ou seja, os veículos que tem o vencimento do documento em janeiro, fevereiro e março devem pagar o imposto até o dia 31 deste mês.

 

Para os contribuintes que deixarem para fazer o pagamento e renovação do documento no final de fevereiro, o desconto é de apenas 5%, com prazo até o dia 28. O dia 29 de março é a data limite para quitação do imposto sem desconto, e também é o último dia para o pagamento do licenciamento.

 

Segundo o secretário de Finanças (Sefin), Luis Fernando Pereira da Silva, o desconto é uma forma de facilitar para o contribuinte que, se pagar adiantado, consegue parcelar em três vezes o valor e emitir o documento em dia tão logo pagar todas as parcelas.

 

Na tabela divulgada pela Sefin, é possível conferir as datas para pagamento com descontos de acordo com o número final da placa automotiva. Por exemplo: contribuintes com placas final 4 (vencimento em abril) devem se antecipar pagando o valor total ou primeira parcela do IPVA no mês de fevereiro, e assim obter desconto de 10%.

 

A Sefin orienta aos contribuintes que confiram a tabela e programem o pagamento dentro do período estipulado para gerar descontos e manterem regularizada a situação do documento de seus veículos.

Fonte: http://rondoniaovivo.com/geral/noticia/2019/01/22/imposto-confira-o-calendario-de-pagamento-antecipado-do-ipva-2019-com-desconto.html
Transcrição: Jornalista Wilson Souza (Astir)

Médica pediatra Cintia Gomes

 

DESEMPENHO: Estudantes poderão fazer download de simulador de notas do Sisu

O objetivo da plataforma é fazer comparativo de informações para aperfeiçoar o desempenho dos alunos

MEC
19 de Janeiro de 2019 às 08:26

O simulador de notas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), ferramenta inédita anunciada neste ano pelo Ministério da Educação, poderá ser utilizado em qualquer computador, em qualquer hora e em qualquer lugar pelos estudantes. O MEC disponibilizou para download o simulador para ajudar ainda mais os estudantes a escolher o curso superior desejado. O objetivo da plataforma é fazer comparativo de informações para aperfeiçoar o desempenho dos alunos.

O simulador ajuda o estudante a ter uma noção sobre o que ele precisa melhorar no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ser selecionado no curso desejado. Com a ferramenta – que será um instrumento de consulta permanente –, à medida que o estudante inserir as notas, poderá verificar onde teria sido aprovado e em quais opções.

O programa foi desenvolvido pela equipe de Business Intelligence (BI) da Secretaria Executiva do MEC e o uso é bem simples. Basta que o estudante acesse a página do Sisu na internet e clique no link “Simule aqui seu desempenho no Sisu”. Depois disso, abrirá outra página onde terá a opção “download”.  Com o simulador instalado, o estudante deve inserir suas notas no Enem e poderá filtrar a comparação por região, turno e cursos. A simulação vale apenas para as modalidades de ampla concorrência ou reservas de vagas da Lei nº 12.711/2012.

Na prática, vai funcionar assim: ao entrar no simulador, com a ferramenta já instalada no computador, o estudante coloca suas notas das disciplinas de ciências da natureza, ciências humanas, linguagem, matemática e redação, de qualquer das edições do Enem que tenha participado. Depois, marca a alternativa “ampla concorrência” ou “lei de cotas” e, se desejar, usa os filtros disponíveis. Caso deseje uma simulação mais específica, pode ainda selecionar algumas das modalidades de concorrência, a região e a UF (unidade da federação) de sua preferência, além do curso e turno desejados.

O simulador faz um comparativo com todas as edições passadas do Enem, desde 2010 (primeiro semestre), quando o Sisu foi implantado pela primeira vez, até 2018 (segundo semestre), mostrando a menor nota que ingressou em determinada graduação, por universidade e edição do Sisu.

Acesse a página de download do simulador.

Fonte: http://rondoniaovivo.com/geral/noticia/2019/01/19/desempenho-estudantes-poderao-fazer-download-de-simulador-de-notas-do-sisu.html
Transcrição: Jornalista Wilson Souza (Astir)

CONVOCAÇÃO: IFRO publica segunda chamada do processo seletivo 2019

A partir do dia 22/1/2019 iniciam as reuniões de manifestação de interesse nas vagas.

A segunda chamada do Processo Seletivo Unificado 2019/1 (PSU) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) foi divulgada nesta sexta-feira (18). A partir do dia 22/1/2019 iniciam as reuniões de manifestação de interesse nas vagas remanescentes visando o preenchimento das vagas não ocupadas em primeira chamada.

As reuniões para manifestação de interesse nas vagas remanescentes ocorrem em dias e horários específicos para cada curso e/ou modalidade de ensino (Integrado ao Ensino Médio, Subsequente e Graduação), nosCampi Ariquemes, Cacoal, Colorado do Oeste, Jaru, Ji-Paraná, Guajará-Mirim, Porto Velho Calama, Porto Velho Zona Norte e Vilhena.

A presença na reunião é obrigatória, sendo que a ausência do candidato ou seu representante caracteriza desistência do processo seletivo. E o direito à vaga é pleiteado entre os presentes à reunião seguindo os critérios de classificação do edital. Os candidatos devem realizar a consulta para quando está pré-agendada a reunião, de acordo com o edital do curso em que se inscreveu. As reuniões serão realizadas conforme Anexo II do Edital, cabendo aos interessados consultar o dia e o local da reunião. Se o candidato for menor de 18 anos de idade, deve estar acompanhado por um dos pais ou responsável legal.

Tendo em vista que após o início da chamada, as portas dos auditórios de reuniões serão fechadas e nenhum candidato poderá entrar para participar da reunião, a recomendação é que o candidato esteja no local com, no mínimo, meia hora de antecedência, evitando assim que o atraso o torne “desistente” da vaga.

Os contemplados com direito à vaga efetivarão matrícula conforme disposto nos prazos do edital, sendo que os demais candidatos permanecerão na Lista de Espera, para novas convocações, em caso de vagas remanescentes. “O comparecimento na reunião não garante a vaga, mas sim o direito de continuar concorrendo às vagas remanescentes e lista de espera”, explica a coordenadora da Comissão Permanente de Exames, Carla Coêlho.

Veja os cronogramas de cada modalidade:

INTEGRADRO 

SUBSEQUENTE 

GRADUAÇÃO

 

Fonte: http://rondoniaovivo.com/geral/noticia/2019/01/18/vagas-remanescentes-ifro-publica-segunda-chamada-do-processo-seletivo-2019.html
Transcrição: Jornalista Wilson Souza (Astir)

 

Proerd apresenta relatório estatístico de atendimento no ano de 2018, Astir parabeniza

Durante o ano de 2018, o Programa Educacional de Resistências as Drogas e a Violência – PROERD desenvolveu suas ações em vários municípios do Estado de Rondônia contribuindo para a redução do número de jovens envolvidos com o uso de drogas e a prática de violência nas escolas e comunidade. Também foram realizadas diversas palestras para escolas, igrejas e sociedade civil.

O Programa é um esforço conjunto da Polícia Militar com a Secretaria Estadual e Municipal de Educação visando reduzir o número de jovens envolvidos com as drogas.

Ao todo foram realizadas formaturas nos municípios de Guajará-Mirim, Porto Velho, Ariquemes, Buritis, Jaru, Ouro Preto, Ji-Paraná, Presidente Médici, Cacoal, Espigão D’Oeste, Colorado D’oeste, e Vilhena. Totalizando 60 escolas atendidas com o currículo Kids, 98 escolas do 5º ano e 13 escolas com currículo 7º ano.

O Programa foi implantado em 1992, pela Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, e hoje está presente em todas as Policiais Militares. Na Polícia Militar de Rondônia o Programa completou 18 anos de atuação e já contemplou 273.507 pessoas atendidas em seus diversos currículos.

O diretor executivo da Astir, SGTA PM Alan Mota parabeniza todos os policiais militares envolvidos neste projeto que é de suma importância na formação das crianças e jovens, finalizou Alan.

Fonte: http://www.pm.ro.gov.br/index.php/institucional/noticias/7231-proerd-apresenta-relatorio-estatistico-de-atendimento-no-ano-de-2018.html

Jornalista Lenilson Guedes
Republicação: Jornalista Wilson Souza (Texto Astir)

DICA DE ECONOMIA – 6 dicas para você economizar no Natal

Começamos o mês de Novembro e já percebemos as lojas decoradas com enfeites de Natal. É quando percebemos que estamos no final do ano, período onde costumamos rever a família, estar perto de quem queremos bem e rever os planos para 2017.

Porém, juntamente com este clima bom de fraternidade, união e reflexão, o término e o início do ano vêm com diversos gastos que muitas vezes não estamos preparados. Sem esquecer também dos gastos com decoração, presentes e viagens, por isso, hoje deixo essas seis dicas para você economizar nesse período:

Faça uma lista das pessoas que você irá presentear no Natal

Muitas pessoas têm prazer em dar presentes para todas as pessoas que conhecem, nem que seja um bombom. Porém, em épocas de crise, é importante planejarmos as compras de Natal antes de sairmos comprando. E o primeiro passa para isso é fazer uma lista com as pessoas que você quer presentear, iniciando com os mais importantes ou aqueles que você quer dar um presente melhor, até aqueles para quem você quer dar uma lembrancinha.

Verifique no seu orçamento o quanto você pode gastar com presente

Após fazer a lista é importante verificar o quanto de dinheiro você tem para realizar as compras de Natal. Sendo assim, separe um valor, que não vai irá fazer falta no pagamento de outras contas com IPVA, IPTU e matrículas, para esta finalidade.

Evite contar com o crédito disponível no cartão ou a possibilidade de parcelar estas compras, pois esta prática pode resultar em juros. Sem contar que você está se comprometendo a pagar esta dívida mais pra frente, e que essa mesma conta pode comprometer a sua parcela de economia mensal ou até as suas finanças, no momento em que você tiver que pagá-las.

Divida o valor que você pode gastar com presente para o número de pessoas que você listou

Agora que você já sabe quem você quer presentear e quanto de dinheiro você tem para isso,  planeje o quanto irá gastar no presente de cada pessoa. Esta divisão pode ocorrer de forma igual para todas as pessoas da lista, onde todas elas ganharão um presente do mesmo valor, ou de forma proporcional segundo a importância de cada uma.

Essa prática ajuda você a não se descontrolar financeiramente no momento de comprar presentes, e a não se esquecer de presentear alguém que é importante para você.
Se o valor do presente de algumas pessoas ficou baixo, sugira no seu grupo de amigos ou família, um amigo secreto, dessa forma todos ganhará um bom presente e gastarão um valor determinado, segundo as condições do grupo.

Compre os presentes antes de Dezembro

É normal os preços de algumas coisas aumentarem no mês de Dezembro, por isso o ideal é realizar as compras  antes deste período, e aproveitar promoções como a Black Friday (25/11) e também descontos à vista para potencializar a sua economia.

Outra dica importante é fazer orçamento em diversas lojas, para ver qual destas vende mais barato o mesmo produto. Para isto você pode fazer pesquisas  em sites ou utilizar ferramentas como o Buscapé que facilita esta tarefa. Mas lembre-se que nem todas as lojas são cadastradas nestes sites de comparação de preço. Não tenha preguiça: pesquise!

Se você for realizar as compras de Natal pela internet, não esqueça de realizar todas as compras de uma loja em uma única vez para economizar no frete – e que ele também faz parte do custo do presente.

Busque economizar na decoração

Se você gosta de enfeitar a sua casa ou escritório para o fim de ano, faça isso de forma consciente. Busque reutilizar decorações ou até, enfeites que podem ser feitos artesanalmente com materiais baratos ou reciclados. E se, mesmo assim, for necessário comprar algo, não esqueça de verificar no seu orçamento o quanto você pode gastar com esta finalidade.

Economize nas viagens de carro

Outra ótima forma de economizar no Natal é com as possíveis viagens. Muitas vezes, nesta época, voltamos para a nossa cidade natal para passarmos as festas com nossos  familiares. Estas viagens muitas vezes são feitas de avião ou ônibus, porém, por que não tentar uma carona? Se você não tem nenhum amigo que vai para a sua cidade, há sites como o blablacar.com.br que te ajudam a encontrar alguém que vai para o mesmo lugar que você, e claro, gastando menos que uma passagem. Faça as contas! Isso pode fazer uma grande diferença no seu bolso!

É mesmo uma soma de gastos nessa época do ano, não é? Por isso, tenha cuidado para que este espírito natalino não venha refletir de forma negativa para as suas finanças.

Fonte: https://financaspessoais.organizze.com.br/6-dicas-para-voce-economizar-no-natal/
Transcrição: Jornalista Wilson Souza
Texto: Site da fonte

Metade da população masculina pode sofrer com a perda do cabelo até os 50 anos,

Imagem meramente ilustrativa – Site da fonte (calvície, careca, perda de cabelo Gazeta Digital)

Especialistas apontam que, embora não exista cura, novos tratamentos oferecem solução duradoura para o problema.

Muitos homens assumem o estilo careca sem medo de serem felizes, mas também têm aqueles que se preocupam com a queda de cabelos. E não é para menos, a perda de fios pode começar no início da vida adulta, sendo mais severa para alguns do que para outros. O fato é que este assunto tem amedrontado o sexo masculino, afetando diretamente a auto-estima deles, independentemente da idade.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), a calvície atinge metade dos homens com até 50 anos. Segundo especialistas, isso acontece com grande contribuição da genética, ou seja, se já existem casos na família em que os pais ou avós, por exemplo, são calvos, outras gerações podem passar pelo mesmo processo, porém, é importante entender que a hereditariedade contribui muito, mas nem sempre é um fator determinante.

Sendo assim, mesmo que não haja histórico familiar, é possível que a queda de cabelos também aconteça, e para entender o real motivo é necessário contar com um profissional para buscar as melhores alternativas e evitar que mais fios caiam.

Cenário nacional

Um dado divulgado pela Sociedade Brasileira do Cabelo no segundo semestre deste ano, mostra que cerca de 42 milhões de brasileiros sofrem com a calvície, dentro deste contexto, um número que chamou bastante atenção foi a quantidade de jovens com idade entre 20 e 25 anos que estão sofrendo com a queda de fios. Nessa faixa etária, 25% das pessoas são afetadas com a perda de cabelo estimuladas por problemas emocionais e genéticos.

De acordo com o médico, Alan Wells, cirurgião plástico e especialista em transplante capilar, o ser humano perde, diariamente, cerca de 100 fios. “Pode acontecer na hora de lavar o cabelo, pentear ou secar. Isso ocorre porque o cabelo tem um ciclo de vida, no qual, eles nascem, crescem e morrem. É natural, porém, se perceber que o cabelo cai em muita quantidade, é necessário consultar um especialista”, explica.

O grande vilão da calvície

A herança genética que pode vir tanto do pai quanto da mãe, são os principais causadores da perda de cabelo. A calvície hereditária, também conhecida como alopecia androgenética, é estimulada pela testosterona, como é um hormônio masculino, embora as mulheres também os produzam, mas em menor quantidade, a calvície acaba sendo muito mais comum nos homens. Por outro lado, mesmo que não exista um histórico familiar, problemas emocionais podem contribuir com a queda de cabelo.

“Também existe alopecia areata, é uma condição auto-imune e pode ser desencadeada por alguma questão emocional, como estresse, traumas, e para as mulheres, pode acontecer durante a gravidez”, explica.

Além desses fatores, a perda de fios também se dá por outros motivos como a falta de ferro no sangue, que resulta em anemia ou por higiene inadequada dos cabelos, porém, a alopecia androgenética é a ainda mais comum. De todo modo, uma boa alimentação e cabelos limpos ajudam na saúde capilar.

Exames e tratamentos

Todas as causas que fazem o cabelo cair devem ser tratadas para evitar mais perda de fios. Normalmente, no primeiro momento é feito uma avaliação a olho nu, depois disso o médico pode pedir uma tricodermatoscopia, que permite ver o couro cabeludo com uma lupa, projetando a imagem no computador, para verificar se há presença de fios anormais, manchas ou algum tipo de alteração no cabelo. Exame de sangue e biópsia também pode ser solicitado pelo especialista, porém, é necessário levar em consideração alguns pontos, como faixa etária, traumas, características da queda, histórico familiar e até mesmo rotina, para ver se o paciente está exposto a algum nível de estresse muito alto.

Para cada caso, um tratamento. Wells explica que podem ser receitados remédios, no entanto, como muitos deles possuem efeitos colaterais significativos, o uso só deve ser feito sob prescrição médica. Além disso, é possível também fazer um transplante capilar, mas essa alternativa é para quem já está com a calvície estabilizada. 

“Neste caso, utilizamos os fios do próprio paciente, normalmente retirados da nuca e das laterais e realocamos na parte que ficou rareada. A cirurgia dura, em média, sete horas, pois são colocados milhares de folículos um a um. No dia seguinte pode retornar à rotina, já os exercícios físicos somente uma semana depois. Os cabelos transplantados caem no mês do procedimento e após alguns meses nascem da raiz colocada abaixo da pele e crescem normalmente”, explica o especialista.

Assumir a careca ou tratar a perda de cabelo?

Conviver com a calvície, talvez, tenha sido algo comum no passado, vide nossos pais e avôs. Hoje, os homens estão mais vaidosos e, conseqüentemente, mais preocupados com a saúde. Porém, existem alguns que lidam com naturalidade, mas para outros, a perda de cabelo pode ser algo devastador, especialmente, para os mais jovens.

Isso acontece porque a calvície não vem com a mesma intensidade para todos, pode ser que um jovem sofra com mais agressividade, chegando a ficar calvo muito cedo, sendo que outros homens, só percebem, de fato, aos 40 anos ou mais.

“Depende muito do gene de cada um, em alguns homens o processo é muito rápido, em outros pode levar anos. Para os que são mais jovens, a auto-estima é sempre abalada. Normalmente, a calvície é aceita com mais tranqüilidade entre os mais velhos”, detalha Wells.

Embora não exista cura definitiva para calvície, uma vez que a causa pode estar ligada a questões genéticas e emocionais, o transplante capilar pode propiciar uma solução duradoura, então a dica do especialista é sempre estar atento a saúde capilar e, ao perceber os primeiros sinais, consultar um médico. Fonte: Alan Wells – Cirurgião Plástico.

Fonte: https://noticias.r7.com/cidades/gazeta-digital/metade-da-populacao-masculina-pode-sofrer-com-a-perda-do-cabelo-ate-os-50-anos-16122018

Transcrição: Jornalista Wilson Souza
Formatação e publicação: Stanley Monteiro

Não considere quaisquer informações apresentadas nesta apresentação como aconselhamento médico ou diagnóstico. Você deve sempre consultar o seu médico ou profissional de saúde qualificado antes de seguir qualquer TIPO DE ACONSELHAMENTO OU SE AUTOMEDICAR baseado nessas dicas. A Astir, não se responsabiliza pelo conteúdo do texto da fonte.