ASTIR - Associação dos Policiais Militares e Bombeiros Militares do Estado de Rondônia 1º de maio – Dia do Trabalhador Astir cumprimenta os colaboradores
Home / Notícias / 1º de maio – Dia do Trabalhador Astir cumprimenta os colaboradores

1º de maio – Dia do Trabalhador Astir cumprimenta os colaboradores

Dia do Trabalho no Brasil

A Direção da ASTIR, cumprimenta todos os colaboradores pelo dia do trabalhador.

O Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador é comemorado anualmente em 1º de maio em diversos países do mundo.

O Dia do Trabalho é feriado nacional no Brasil, em Portugal, Rússia, França, Espanha, Argentina, entre outras nações.

Esta data representa o momento que os empregados e as empresas têm para refletir sobre as legislações trabalhistas, normas e demais regras de trabalho.

Nesta data também é homenageada a luta dos trabalhadores que reivindicaram por melhores condições trabalhistas. Graças à coragem e persistência desses trabalhadores, os direitos e benefícios atuais dos quais usufruímos foram conquistados.

Até meados do século XIX, os trabalhadores jamais pensaram em exigir seus direitos trabalhistas para seus patrões, apenas trabalhavam.

Mas, a partir de 1886, aconteceu uma manifestação de trabalhadores nas ruas de Chicago, para reivindicar a redução da jornada de trabalho (de 13 horas para 8 horas diárias), e nesse mesmo dia teve início uma greve geral nos Estados Unidos.

Os conflitos estadunidenses ficaram conhecidos como Revolta de Haymarket.

Três anos após as manifestações nos Estados Unidos (20 de junho de 1889, precisamente), foi convocada em Paris uma manifestação anual para reivindicação das horas de trabalho e foi programada para o dia 1º de Maio, como homenagem as lutas sindicais em Chicago.

No dia 23 de abril de 1919, o Senado francês ratificou às 8 horas de trabalho e proclamou o dia 1º de maio como feriado. Após alguns anos, outros países também seguiram o exemplo da França e decretaram o dia 1º de maio como feriado nacional dedicado aos trabalhadores.

No Brasil, o Dia do Trabalhador só foi reconhecido a partir de 1925, através de um decreto assinado pelo então presidente Artur Bernardes.

A criação da CLT (Consolidação das Leis de Trabalho) foi instituída através do Decreto-Lei nº 5.452, em 1º de Maio de 1943, pelo então presidente Getúlio Vargas. Durante o governo Vargas realizavam-se grandes manifestações que incluíam música, desfiles e normalmente o anúncio de alguma nova lei trabalhista. Até hoje, alguns governos seguem a tradição e comunicam o aumento do salário mínimo nesta data.

É importante que as pessoas trabalhem a fim de que possam ter garantidas suas condições de sobrevivência, alimentação, moradia, lazer, etc. Além disso, o trabalho traz dignidade ao homem, promove seu bem-estar físico e emocional, integrando-o à sociedade.

A Direção da ASTIR diz que todas as profissões são dignas de respeito, pois seria impossível manter uma vida organizada se não pudéssemos contar com elas. O carteiro, o motorista, o lixeiro, o pedreiro, o faxineiro, o médico, o enfermeiro dentre outros tantos profissionais, trazem maiores facilidades para nossas vidas, não seria possível exercer todas essas atividades sozinhos, concluiu Alan.

Texto: Jornalista Wilson Souza e Sites da fonte

Fontes: SGT PM Alan Mota https://www.calendarr.com/brasil/dia-do-trabalho/
http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/datas-comemorativas/dia-do-trabalho.htm

Imagens: Meramente ilustrativas (Google)
Formatação e publicação: Stanley Monteiro – Web site